O computador com menor latência produzido nos últimos 40 anos é da Apple… e de 1983

Se você tem o hábito de usar computadores há pelo menos, digamos 15 anos, é possível que tenha notado uma queda na sensação de agilidade das máquinas com o passar dos tempos — o que é paradoxal, considerando o avanço vertiginoso das tecnologias de processamento, porém um sentimento deveras palpável. Agora, o desenvolvedor Dan Luu resolveu pôr esse sentimento à prova no mais novo artigo do seu site.

Luu pegou a ação mais básica e quintessencial da experiência de usar um computador — o ato de pressionar uma tecla — e resolveu comparar a sua latência em uma série de máquinas de diferentes épocas com as configurações mais variadas possíveis. Ele posicionou uma câmera de altíssima taxa de quadros e mediu os milissegundos entre o momento em que a tecla é pressionada até o momento em que o caractere em questão surge na tela.

Eis os resultados:

Pesquisa de latência de computadores

Surpreendentemente, o computador que apresentou a menor latência entre todos os testados foi um Apple IIe, de 1983, com apenas 30 milissegundos entre a batida da tecla e o surgimento do caractere. Apenas um computador “recente” com especificações bastante parrudas conseguiu chegar perto, com um tempo de 50ms, enquanto outras máquinas populares — como o MacBook Pro de 2014 — conquistaram números muito mais lentos.

A razão para as máquinas mais antigas superarem as mais novas na latência é muito simples: complexidade. Segundo Luu, o código do sistema do Apple II é feito de uma forma que as ações do teclado são registradas quase imediatamente, sem que o computador tenha que lidar com outros processos rodando simultaneamente — como bem se sabe, uma máquina moderna tem milhões de processos acontecendo ao mesmo tempo, então não pode dar o mesmo “nível de atenção” ao teclado.

Interessante notar que até mesmo com os dispositivos sensíveis ao toque, apenas um conseguiu equiparar-se ao Apple IIe: o iPad Pro de 10,5 polegadas, e, ainda assim, apenas com o uso do Apple Pencil — um toque normal, por sua vez, demorou 70ms para ser registrado.

Pesquisa de latência de dispositivos touchscreen

Essa tabela com a latência dos aparelhos touchscreen, aliás, serve também para provar algo que todos nós já sabíamos: no geral, o iOS tem uma resposta ao toque muito mais rápida que os demais sistemas operacionais móveis.

E aí, se surpreenderam com os resultados? O que vocês têm a dizer sobre o tema? Deixem suas impressões logo abaixo.

via Daring Fireball

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários