E a EXAME errou, mesmo: troca de baterias de iPhones no Brasil terá redução de preço até maior que nos Estados Unidos [atualizado]

Há algumas horas, reproduzimos uma matéria da EXAME a qual informava, após consulta feita à assessoria de imprensa da Apple Brasil, que o desconto anunciado pela Maçã para a troca de baterias de iPhones não chegaria ao nosso país.

No post, o redator Bruno Santana não só jogou um “É piada?” no título como escreveu o seguinte, em sua conclusão:

É tão absurdo, aliás, que não podemos descartar a possibilidade de um simples desencontro de informações entre a EXAME e a Apple Brasil. Nunca se sabe: talvez a revista tenha consultado uma área da assessoria de imprensa ainda não familiar à polêmica (o que é imperdoável, mas pode acontecer). Talvez a empresa ainda não tenha decidido qual será seu plano de atuação no Brasil e preferiu emitir esse comunicado surreal. Ou será que eu estou sendo ingênuo?

Não, caro Bruno, você felizmente não foi ingênuo. É fato que muitas vezes o Brasil é negligenciado pela Apple, mas desta vez estaremos, sim, dentro dessa redução mundial no preço cobrado pela empresa para trocar as baterias de iPhones. E receberemos um “benefício” até maior(!) que o oferecido nos Estados Unidos.

Por lá, a Apple em janeiro reduzirá o preço de US$79 para US$29, uma queda de 63%. Aqui no Brasil, o corte será um pouco maior do que apostávamos: de R$449, os interessados pagarão R$149 pela troca — 67% a menos.

A informação é oficial da Apple Brasil, que de ontem para hoje traduziu a carta aberta divulgada ontem e, nela, divulgou de quanto será o corte em nosso país. Ou seja, a EXAME falou uma grande besteira — provavelmente por culpa da própria assessoria de imprensa da Apple Brasil, precipitada e/ou mal informada.

Nada que seja motivo de palmas para a Apple, porém. Isso é o mínimo que nós, como consumidores fiéis, devemos esperar dela.

dica do Toku Kunakina e do Victor Dias

Atualização 31/12/2017 às 10:11

Inicialmente, a redução de R$300 no preço da substituição de baterias para iPhones fora da garantia aconteceria em algum momento de janeiro de 2018, permitindo assim que a empresa se preparasse de uma forma melhor para receber os clientes. Agora, porém, a Apple informou que o “programa de troca” já está em vigor — e ocorrerá, como informado, até dezembro de 2018; ou seja, se você está insatisfeito com o desempenho da sua bateria e tem um iPhone 6 ou superior, poderá trocar a sua bateria num prazo de até 12 meses.

A medida deve valer para todos os países onde a empresa está atuando e oferecendo a troca de baterias com redução de preço; com essa “antecipação”, porém, é bem capaz que os estoques iniciais não estejam lá essas coisas…

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários