Belkin entra na onda do carregamento sem fio com nova linha de acessórios; cópias xing-ling do AirPower começam a pipocar

A Consumer Electronics Show (CES) 2018 começa apenas na semana que vem, mas algumas das novidades que serão vistas na feira já estão começando a pipocar pela internet — como o glorioso projetor da LG de que falamos mais cedo. Agora, é a vez da Belkin — uma das mais célebres fabricantes de acessórios para dispositivos móveis e parceira de longa data da Apple — fazer o mesmo.

A empresa, surfando a onda dos novos iPhones com suporte a carregamento sem fio, apresentou uma nova linha de acessórios com suporte ao protocolo Qi, batizada de Boost Up. São quatro opções, cada uma com características ligeiramente diferentes mas todas com capacidade de fornecer carga a 10W (aos aparelhos compatíveis, isto é — atualmente, os iPhones limitam a 7,5W em recargas sem fio); todos os acessórios também são capazes de carregar smartphones com cases de até 3mm de espessura.

O Boost Up Bold é a opção mais “comum” do grupo, com uma superfície carregadora circular e quatro cores entre as opções. O Boost Up Charging Stand tem um design parecido com o antecessor e as mesmas opções de cores, mas um suporte que permite posicionar o smartphone em pé, facilitando o uso enquanto o carregamento está em progresso.

O Boost Up Wireless Car Charging Mount, por sua vez, é um suporte automotivo que pode ser preso no pára-brisa ou painel do seu carro e é ajustável para segurar smartphones de todos os tipos ou tamanhos; ele conta ainda com uma porta USB extra para carregar outros dispositivos. Por fim, o Boost Up Dual é uma solução parecida — embora um pouco menos elegante e possivelmente mais barata — com o carregador AirPower, da Apple: ele traz duas superfícies de carregamento para que o usuário complete a bateria de dois aparelhos ao mesmo tempo.

A Belkin ainda não anunciou os preços da sua nova linha de acessórios, mas afirma que os produtos chegarão ao mercado até o verão do hemisfério norte.

·   •   ·

Falando do carregador AirPower, cuja sombra ainda está para ser vista nas prateleiras do mundo, finalmente está acontecendo o que todos já esperávamos: suas primeiras cópias xing-ling estão começando a pipocar pelo mundo.

Como mostra o vídeo acima, uma empresa não-identificada de Shenzhen, na China, já conseguiu desenvolver sua solução para criar uma cópia muito convincente do vindouro acessório da Maçã, carregando um iPhone X e um Apple Watch sobre a mesma superfície. O gêmeo bastardo foi, obviamente, batizado de “Mini AirPower” (até por aparentar ser um pouco menor que a versão original) e fontes afirmam que ele está custando cerca de R$50 na China.

Desconsiderando o perigo de carregar seu smartphone de R$7.000 num acessório não-certificado, é uma bela duma pechincha, considerando o provável preço do AirPower de verdade. Né?

via Cult of Mac, 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários