Fabricação do HomePod custa em torno de US$216, o que dá à Apple uma margem bastante apertada

Enquanto a iFixit é especializada em desmontar produtos Apple para nos mostrar como eles são construídos e o que temos de componentes lá dentro, firmas como a TechInsights usam essas informações para estimar o custo de fabricação de tais produtos.

E foi o que ela acabou de fazer com o HomePod, trazendo um dado bastante surpreendente: segundo sua análise, o custo de fabricação do alto-falante inteligente da Apple é de US$216, o que dá à empresa uma margem bastante apertada com relação ao padrão que vemos em outras linhas e até inferior à de concorrentes como Google e Amazon.

HomePod por dentro (imagem oficial da Apple)

Os tweeters, woofer, microfones, fonte de força e sistema de gerenciamento custam cerca de US$58. Já o chip A8 sai por US$25,50, enquanto o sistema de luzes OLED na parte superior, junto a alguns outros componentes, fica por US$60. Estes são apenas alguns dos valores que compõem o total.

Além de isso ser uma mera estimativa feita pela TechInsights, vale sempre lembrar que estamos falando do custo bruto de fabricação do produto. Não entram nessa conta aí uma série de outros pontos importantes como investimento em pesquisa & desenvolvimento, software, fretes, seguros, toda a cadeia operacional da empresa e por aí vai.

Só para terem uma ideia do que estamos falando com relação a “margem apertada”, uma estimativa recente colocou o custo do iPhone 8 de 64GB em US$247,51, apenas um pouco acima do do HomePod; mas ele é vendido a US$699, enquanto o alto-falante sai por US$349 nos Estados Unidos — e tem, por sinal, volume e peso infinitamente maiores. Outra referência: quando lançado em 2015, o Apple Watch Sport de 38mm custava à Maçã menos de US$84 e era vendido pelos mesmos US$349 do HomePod.

Sem dúvida nenhuma, uma nova estratégia de preço para a Apple.

via Bloomberg

Posts relacionados

Comentários