Juntos, Android e iOS representaram 99,9% dos smartphones vendidos no último ano; mercado sofre ligeira queda

A essa altura, acho que não será novidade para ninguém informar que a corrida dos smartphones acabou para todo mundo que não se chama Android ou iOS — isto é, somente essas duas plataformas conseguiram alimentar (ou ao menos) manter sua relevância no cenário mundial, enquanto todas as outras que tentaram (algumas até com bons momentos nos últimos anos) podem basicamente pegar seus atestados de óbito e estender a bandeira branca.

Ninguém apostaria, entretanto, que os números fossem ainda mais drásticos do que imaginávamos. Talvez o Windows ainda mantivesse, sei lá, 1% ou 2% do mercado? Não, senhoras e senhores, o papo realmente terminou. Basta ver a mais recente pesquisa da Gartner sobre o universo de smartphones vendidos mundialmente ao longo do ano de 2017.

Pesquisa da Gartner sobre vendas de smartphones em 2017

Como bem se pode ver, o Android basicamente dominou o mundo com uma fatia de 85,9% do mercado, com o iOS lutando e ocupando espaço no único mercado que lhe interessa — o de médio/alto padrão — com um share de 14%. A categoria “Outros”, que engloba Windows, BlackBerry e seja lá quais forem os outros sistemas circulando por aí, ficou com míseros 0,1%. Ou seja, sim: de mãos dadas, Google e Apple detêm 99,9% do mundo dos nossos computadores de bolso.

Impressionante? Assustador? Diria que ambos.

Pesquisa da Gartner sobre vendas de smartphones em 2017

Analisando a pesquisa separada por fabricantes, podemos ver ainda os números totais de vendas de smartphones, que cresceram ligeiramente em relação a 2016, com cerca de 1,536 bilhão(!) de aparelhos despachados ao longo do ano passado. A Samsung permanece líder isolada do segmento com uma fatia de 20,9% do mercado e um crescimento interessante em relação ao ano retrasado. A Apple, por sua vez, mantém o segundo lugar com um share de 14% — entretanto, o número de aparelhos vendidos comparando 2016 e 2017 caiu ligeiramente, bem como sua participação no segmento. Ainda não é motivo, entretanto, para acender sinais de alerta em Cupertino.

Pesquisa da Gartner sobre vendas de smartphones em 2017

A Gartner também liberou dados relativos somente ao quarto trimestre de 2017, mostrando uma queda da Apple na comparação ano a ano — esta sim, ligeiramente preocupante, já que o último trimestre é tipicamente o que traz mais vendas de iPhones para a Maçã. Ainda assim, a empresa manteve o segundo lugar na colocação geral, um pouco atrás da líder Samsung. Segundo o analista da Gartner Anshul Gupta:

A Apple estava em uma posição diferente nesse último trimestre em relação ao de 12 meses atrás. Ela tinha três novos smartphones — os iPhones 8, 8 Plus e X —, mas a sua performance no período foi ofuscada por dois fatores. Primeiro, a disponibilidade tardia do iPhone X levou ao atraso na atualização para os iPhones 8 e 8 Plus, já que os consumidores esperaram para testar o modelo mais caro. Além disso, a escassez de componentes e dificuldades na capacidade de produção precederam um longo tempo de espera para entrega do iPhone X, que se normalizou somente no início de dezembro. Nós esperamos que a demanda reprimida para o iPhone X traga um impulso atrasado para as vendas da Apple no primeiro trimestre de 2018.

Vamos ver o que acontecerá nos próximos capítulos…

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários