API de gráficos 3D Vulkan chega ao macOS/iOS prometendo performance aprimorada em jogos e apps

O Khronos Group (consórcio que se dedica à criação de padrões abertos para a indústria de gráficos) anunciou hoje uma novidade que poderá fazer o dia de usuários e desenvolvedores do ecossistema da Apple ao redor do mundo.

A partir de agora, tanto o macOS como o iOS poderão rodar jogos e aplicações baseadas na API1 Vulkan — com isso, o padrão, que já é suportado em ambientes como o Android, o Windows e consoles de jogos, passa a ser basicamente universal no mundo da computação e os desenvolvedores terão muito mais facilidade ao trabalhar em múltiplas plataformas simultaneamente.

O suporte materializar-se-á por meio do MoltenVK, uma camada de compatibilidade que está sendo lançada hoje e atua em cima da framework de gráficos Metal, da Apple. Desta forma, a camada “converte” os comandos do Vulkan para a linguagem nativa da Maçã, o que confere ganhos de performance e praticidade em relação ao padrão de gráficos “estrangeiro” suportado pela Apple, o OpenGL.

Grandes desenvolvedoras já estão trabalhando em parceria com o Khronos para levar jogos e apps baseados em Vulkan para o ambiente da Apple. A Valve, por exemplo, está desenvolvendo uma nova versão do jogo Dota 2 com base no padrão e, segundo o Ars Technica, parece estar bem animada com os resultados: de acordo com estudos preliminares, a versão Vulkan de Dota 2 proporciona uma taxa de quadros 50% superior.

Vulkan no macOS

É bom notar que o MoltenVK não traz todos os recursos do Vulkan — o que se explica pelo foco dos desenvolvedores em construir uma camada de compatibilidade fina, que não puxe para baixo o desempenho das aplicações, em vez de implementar de uma vez todas as suas funcionalidades.

Aos desenvolvedores interessados, vários SDKs2, bibliotecas e ferramentas já podem ser obtidos na página do Vulkan.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários