Evento educacional: estudantes terão 200GB gratuitos no iCloud; Apple anuncia novo app Projeto Escolar e versão do Sala de Aula para macOS

O novo iPad é uma aposta deveras interessante da Apple para conquistar de vez as salas de aula dos Estados Unidos e ao redor do mundo, mas ele não está vindo sozinho — a Maçã também fez uma série de anúncios para encher os olhos de estudantes e professores em todos os cantos do planeta.

Quer um exemplo? A partir de agora, estudantes terão 200GB gratuitos de armazenamento no iCloud — um salto considerável dos 5GB disponíveis atualmente para todos nós, meros mortais. Não sabemos se há planos para expandir essa oferta a outros tipos de usuários (aparentemente, não) ou se ela vale também para estudantes brasileiros, mas ficaremos de olho.

A Maçã lembrou também do recurso de múltiplos usuários para iPads na escola, que já existe desde 2016 e tratou também de anunciar dois acessórios da Logitech para o novo iPad: uma stylus batizada de Crayon, que sai por US$50 (metade do preço do Apple Pencil), e uma case com teclado de US$100.

Susan Prescott anunciou que o aplicativo Sala de Aula (Classroom), utilizado por professores para ver remotamente o que as crianças estão fazendo no iPad e controlá-los em caso de necessidade, está chegando ao macOS em junho, com versão beta disponível imediatamente.

App Sala de Aula para iOS e macOS

Mestres e professores também terão um novo app à disposição, chamado Schoolwork (Projeto Escolar), que — como o nome já diz — será perfeito para passar tarefas aos alunos e acompanhar o progresso delas. Com ele, será possível anexar PDFs, documentos e inserir links em tarefas, de forma tão simples e fácil quanto enviar um email, segundo a Apple, e desenvolvedores também poderão integrar seus apps ao ambiente por meio da API1 ClassKit, possibilitando que professores designem tarefas específicas dentro de outros aplicativos.

App Schoolwork para iOS

O Projeto Escolar traz, claro, um histórico completo de cada aluno e a possibilidade de o professor acompanhar o progresso da última tarefa com cada um dos estudantes; os dados são acessíveis somente pelo professor e ninguém mais. O aplicativo estará disponível a partir de junho, antes da virada de ano letivo no hemisfério norte.

Outra ferramenta que promete ser uma parceira valorosa para professores ao redor do mundo chama-se Apple Teacher: trata-se de um programa de aprendizado online para que os profissionais do ensino construam suas habilidades, mostrem progresso no ofício e se inspirem a realizar sempre mais. Nessa tônica, a Apple anunciou que acabou de entregar o seu 1.000.000º distintivo (badge) a professores — incrível, não?

Em relação ao Swift Playgrounds, a plataforma de aprendizado da linguagem de programação da Apple para crianças, o aplicativo já está traduzido para 15 idiomas e disponível em 155 países; agora, o currículo do programa Everyone Can Code (que aponta as diretrizes de aprendizado da plataforma) está incluindo um módulo focado em realidade aumentada, seguindo as habilidades em AR trazidas pelo novo iPad.

Iniciativa Everyone Can Create, da Apple

Além disso, um novo currículo está sendo criado hoje: o Everyone Can Create (“Todos Podem Criar”), baseado na ideia de usar a tecnologia para estimular e libertar a criatividade das crianças na sala de aula. As disciplinas são separadas em quatro temas (música, vídeo, fotografia e desenho) e utilizarão as ferramentas da Apple para aprofundar as capacidades criativas dos estudantes, seja utilizando o Apple Pencil para desenhar detalhes sobre uma foto histórica ou ensinando conceitos básicos de edição de vídeo, com gravação de áudio e trilhas sonoras.

O novo currículo está sendo liberado hoje mesmo, em versão prévia, e deverá se expandir bastante ao longo dos próximos meses.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários