Xiaomi lança o Mi MIX 2S mantendo a pureza da tela sem recorte; já a câmera traseira…

Quando a primeira geração do Mi Mix foi lançada, podemos dizer que a Xiaomi deu início a uma tendência que foi amplamente seguida por toda a indústria: as telas de ponta a ponta.

Trata-se de um caminho sem volta; a prova disso foi o lançamento do Mi MIX 2 (em setembro de 2017) e, agora, do Mi MIX 2S. Sim, apenas seis meses depois, a fabricante asiática resolveu dar um upgrade no seu flagship, conforme noticiou o The Verge.

Visualmente, pelo menos na parte frontal, nada mudou (e a inclusão de um “S” no nome indica exatamente isso); o telefone ainda é feito de alumínio e cerâmica — embora a Xiaomi não esteja planejando produzir uma “edição especial” feita somente de cerâmica, como já fez. A tela é um painel Full HD de 5,9 polegadas (2160×1080 pixels) sem recortes, com molduras laterais e superior bem pequenas. O “queixo” continua, pois é lá que fica a câmera frontal de 5 megapixels.

Xiaomi Mi MIX 2S

Internamente, temos um novo processador (Snapdragon 845 da Qualcomm), 6GB ou 8GB de RAM (dependendo da configuração) e três diferentes capacidades de armazenamento (64GB, 128GB ou 256GB); a bateria continua com 3.400mAh e a mesma duração (ainda que o processador ofereça mais desempenho).

As novidades incluem ainda capacidade de recarga sem fio (padrão Qi) — no carregamento com fio (USB-C), ele é compatível com a tecnologia QuickCharge 3, da Qualcomm — e um novo sistema de câmera dupla na parte traseira, composto por uma grande angular de 12 megapixels com abertura ƒ/1.8 e uma teleobjetiva de 12 megapixels com abertura ƒ/2.4. Sim, basicamente igual à câmera do iPhone X, inclusive por suportar o Modo Retrato.

Xiaomi Mi MIX 2S

A Xiaomi, todavia, afirmou que a câmera grande angular é a “melhor câmera já usada” em um smartphone pois conta com autofoco dual-pixel, estabilização óptica de quatro eixos e pixels maiores do que os encontrados no sensor usado no Mi MIX 2. Além do novo sistema de câmera, a fabricante chinesa desenvolveu um componente de inteligência artificial para o software de câmera a fim de melhorar recursos como o Modo Retrato e funções de embelezamento.

O sistema em si é o MIUI 9.5 (com muitas características similares às do iOS, incluindo gestos), criado em cima do Android 8.0 “Oreo”.

O Mi MIX 2S poderá ser adquirido em versão preta com acabamento dourado ou branca com acabamento em prata por preços que variam (em conversão direta) de R$1.750 (64GB e 6GB de RAM) a R$2.100 (256GB e 8GB de RAM). Ele estará disponível na China a partir da próxima semana e deverá se expandir para outros mercados logo em seguida — os Estados Unidos e o Brasil, contudo, estão fora dos planos da empresa.

Posts relacionados

Comentários