Apple produzirá seriado baseado na série “Fundação”, de Isaac Asimov; showrunner deixa série com Jennifer Aniston

E o “Apple Studios” continua fazendo bom proveito daquele bilhão de dólares e abocanhando projetos deveras interessantes para o seu catálogo — que, segundo rumores recentes, deverá estrear finalmente em março de 2019.

De acordo com o Deadline, a Maçã fechou contrato para produzir o que será, possivelmente, a sua série mais ambiciosa até o momento: trata-se de uma adaptação da série de livros “Fundação”, do célebre escritor Isaac Asimov. Nos livros, temos uma história emoldurada ao longo de centenas de anos, focada (muito basicamente) num matemático que descobre a fórmula para poupar a galáxia de uma era de trevas e nos esforços da humanidade para pôr os seus esforços em prática — para ter uma ideia da importância da obra, basta dizer que ela foi uma das principais inspirações de George Lucas na criação de “Star Wars”.

O épico de ficção científica será produzido e escrito por David S. Goyer (roteirista da trilogia do Cavaleiro das Trevas) e Josh Friedman (roteirista de “Guerra dos Mundos”); ambos servirão também como showrunners da produção. O seriado será uma coprodução da Apple com a Skydance Television, que recentemente esteve por trás da série “Altered Carbon”, da Netflix.

Certamente estamos falando de um desafio monumental para a Apple: várias tentativas de adaptar “Fundação” para o cinema ou a TV já foram realizadas, todas sem sucesso; se a Maçã, com quase zero de experiência no ramo, conseguir fazer uma adaptação bem-sucedida da obra, terá certamente marcado um gol de placa no processo de se transformar uma das grandes produtoras de conteúdo original do mundo. Será?

·   •   ·

Enquanto isso, um pequeno contratempo atingiu outra das vindouras produções originais da Maçã: Jay Carson, anunciado como showrunner da série “Are You Sleeping?”, com Jennifer Aniston e Reese Witherspoon, deixou a produção.

Jay Carson em evento da Netflix
Foto: Featureflash Photo Agency / Shutterstock.com

A Variety informou que Carson pediu para sair da série, que mostra os bastidores sórdidos de um programa televisivo matinal, por conta de diferenças criativas. Para substituí-lo, foi contratada Kerry Ehrin, que já esteve por trás de seriados como “Friday Night Lights” e “Bates Motel” e atualmente tem um contrato de exclusividade com a Universal TV — mas fará a transição para Cupertino assim que o acordo terminar, nos próximos meses.

Obviamente, a saída de Carson não necessariamente representa problemas para a Apple, mas se considerarmos que recentemente Bryan Fuller também deixou a série que comandaria na Maçã, é de se considerar que a cultura corporativa de Cupertino esteja afetando suas relações com os profissionais do mundo das séries. Muito se fala sobre a diretriz da empresa que orienta a produção exclusiva de séries “para todas as idades”, sem cenas de sexo, nudez ou violência exagerada.

Será que as saídas podem estar relacionadas a isso? Teremos que esperar para saber.

via B9, MacRumors

Posts relacionados

Comentários