Apple se une ao governo britânico em parceria que conecta alunos e engenheiros de todo o país

O portal do governo britânico anunciou hoje que a Apple está integrando a campanha nacional “Ano da Engenharia” (“Year of Engineering”), que tem como objetivo estimular o interesse e a curiosidade dessa formação acadêmica por estudantes dos Ensinos Fundamental e Médio, através da promoção de encontros entre alunos e profissionais da área.

A Apple está lançando um programa em todo o Reino Unido que conta com atividades para os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio, incluindo aulas de programação relacionadas a inteligência artificial em 38 Apple Stores do país. É uma oportunidade rara para os alunos conhecerem engenheiros que desenvolvem a tecnologia da Apple. A parceria será de vital importância para mostrar aos jovens que a engenharia pode ser o passaporte para a carreira no setor tecnológico — destacando a importância dos engenheiros na construção de tecnologias que modelam o nosso cotidiano.

A campanha pretende inspirar jovens por meio das experiências em engenharia, desde as características dessa profissão, como os planos de carreira possíveis, até oficinas interativas. Mais de 1.300 empresas já apoiam a campanha, incluindo Siemens, BBC Teach, Ford e Usborne.

A participação da gigante de Cupertino na campanha revela, pela primeira vez, o time completo de engenheiros que trabalham no país para desenvolver chips e outros componentes importantes para os aparelhos da empresa. A Apple levará estudantes para conhecerem algumas das equipes de engenharia, incluindo aqueles que desenvolveram as baterias dos atuais iPhones e a assistente Siri. Durante as sessões, os engenheiros explicarão o que é necessário para se tornar um profissional da área e demonstrarão algumas ações com os alunos.

Johny Srouji, vice-presidente de tecnologias de hardware da Apple, relatou se sentir extremamente feliz com a parceria: “O Reino Unido é casa de alguns dos melhores engenheiros em silício no mundo.” O centro de desenvolvimento e design de silício no país está localizado perto de universidades renomadas que possuem uma concentração de talentos que podem contribuir para o avanço em pesquisas.

“Nós estamos contratando os engenheiros mais habilidosos da Europa na área de design e verificação em silício, e ofereceremos uma gama de possibilidades de atuações em engenharia de software e manuseio”, completou Srouji.

via Patently Apple

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários