Google anuncia Android P, melhorias para o Assistente, realidade aumentada no Maps e muito mais!

Aconteceu hoje em Mountain View (na Califórnia) a keynote de abertura da Google I/O 2018 — a gigantesca conferência para desenvolvedores da gigante das buscas. E, como não poderia deixar de ser, saíram de lá uma série de boas novidades para produtos já existentes da companhia, bem como anúncios de novas propriedades e serviços.

Vamos dar uma olhada em tudo?

Android P

A nova versão do Android ainda não tem um nome de sobremesa para chamar de seu (Google, eu tenho uma sugestão), mas as mudanças que ela traz são as mais profundas de uma atualização do robozinho em muito tempo.

Sistema de navegação do Android P

Em primeiro lugar, temos um sistema de navegação totalmente renovado, baseado em gestos — sim, aparentemente o iPhone X ressuscitou com força a tendência dos gestos que perdemos com a morte da Palm: aqui, o botão de multitarefa não existe mais e, em vez dele, você pode visualizar seus aplicativos recentes simplesmente deslizando o botão de início para a direita, como uma barra de rolagem. Deslizando o mesmo botão para cima, você pode evocar essa mesma tela de multitarefa ou, deslizando um pouco mais, a sua gaveta de aplicativos. O botão de voltar permanece à esquerda, mas só aparece dentro de aplicativos — sim, é uma mudança drástica, mas aparentemente intuitiva.

Dashboard, App Timer e Wind Down - Android P

O Google também está introduzindo no Android P, talvez em resposta às crescentes vozes preocupadas com o vício em smartphones, uma ferramenta poderosa de análise e controle de uso. O Dashboard é um app que mostra quanto você utiliza cada aplicativo com informações granulares de quantidade de notificações, tempo de tela e muito mais; você pode configurar limites (por exemplo, somente meia hora por dia no Instagram) que, uma vez atingidos, tornarão o ícone do app preto e branco e lhe exigirá ir ao app e desabilitar a configuração para acessá-los.

Outro recurso de detox, chamado Wind Down, permitirá que o usuário configure uma hora de dormir em que o aparelho entrará em modo Não Perturbe e deixará a tela em preto e branco, como um incentivo para o sono. O modo Não Perturbe, aliás, está ainda mais drástico, deixando de mostrar totalmente as notificações (até mesmo os seus ícones) caso o usuário assim deseje.

App Actions do Android P

Tornando o sistema ainda mais inteligente, o Google introduziu também o conceito de Actions, que prevê tarefas as quais você pode fazer a cada momento do seu dia e coloca atalhos para elas diretamente na sua gaveta de apps.

Slices do Android P

Já o Slices permite aos desenvolvedores incluir funcionalidades dos seus apps dentro da busca universal do sistema — para que você pesquise por “Uber” no Android, por exemplo, e possa chamar um carro para casa diretamente pela sugestão.

Adaptive Battery do Android P

Outras novidades incluem a utilização do aprendizado de máquina para trazer mais autonomia de bateria, um novo controle de volume, ferramenta de anotação em screenshots e suporte nativo a recortes em telas (sim, é o iPhone X lançando tendência de novo).

A primeira beta do Android P está disponível para aparelhos de sete fabricantes entre Sony, Nokia, OnePlus e Xiaomi, o que reforça uma promessa do Google de atualizar aparelhos de todas as marcas com mais regularidade — se a promessa cumprir-se-á ou não, teremos que aguardar para ver. O sistema deverá ser lançado oficialmente até o fim do ano.

Google Assistente

Siri, tome notas! O assistente mais inteligente do mercado está ficando ainda mais esperto — sem falar no novo visual.

Google Assistente

Para começar, não é mais necessário dizer “OK, Google” no início de cada comando; os dispositivos ficam com o microfone ligado e mantêm uma conversa contínua com você até que você diga “obrigado/a”. 🙏🏼

Para possibilitar a naturalidade do diálogo, o assistente agora consegue diferenciar os tipos de “e” — pense na diferença entre “quanto foi o jogo de Bahia e Vitória” e “configure um alarme para as 6h40 e me lembre de pegar as crianças na escola”. Até mesmo reconhecer as vozes de crianças ela reconhece — e ainda parabeniza a educação delas caso elas completem seus comandos com “por favor”. Fofo.

O Google disponibilizará também seis novas vozes para a Assistente, incluindo a suave e irresistível rouquidão do cantor John Legend — prevejo um “Her” da vida real em milhares de casas!

O mais impressionante da noite, entretanto, foi um novo recurso do assistente que o Google está chamando de “Duplex”. Trata-se de uma tecnologia que permite à ferramenta fazer ligações pelo usuário, marcando horários com médicos e estabelecimentos comerciais… sozinha. Claro que teremos que aguardar para ver a sua performance no mundo real, mas a demonstração (que a empresa jura ser verídica) mostrada na keynote é de cair o queixo: o Google Assistente liga para um salão de beleza, conversa com a atendente de forma completamente natural, pergunta os horários disponíveis, descreve o serviço que o usuário deseja e marca o compromisso — tudo isso sem que a pessoa do outro lado da linha sequer suspeite que está falando com um robô. 😱🤯

Google Duplex

Assombroso, não? As novidades do Google Assistente deverão chegar nos próximos meses para todos os usuários.

Google Maps

Como não tem mais para onde expandir a sua cobertura, o Google Maps pode concentrar-se em expandir os seus recursos. Na keynote, a empresa apresentou uma nova ferramenta que utiliza as habilidades de realidade aumentada do Android para oferecer uma nova navegação a pé muito mais intuitiva, mostrando indicações (ou mesmo bichinhos que lhe guiam) no mundo real.

O recurso combina informações do GPS1 com uma nova tecnologia, batizada de VPS2 que detecta as imagens ao seu redor para determinar onde você está precisamente e estabelecer sua rota a partir daí.

Além disso, a plataforma (também) está ganhando mais habilidades de inteligência artificial para trazer recomendações de estabelecimentos personalizadas aos usuários; uma nova aba chamada “For you” (“Para você”) realizará combinações com estabelecimentos que você pode gostar com base em avaliações anteriores. Também serão adicionadas novas ferramentas sociais, permitindo que vários locais sejam compartilhados com amigos e todos votem em qual ir, por exemplo.

Os novos recursos do Google Maps chegarão ao Android e ao iOS até o fim do verão do hemisfério norte — exceto a parte da realidade aumentada, que foi exibida apenas em versão prévia e deve demorar mais para se concretizar (e, ainda assim, provavelmente focará exclusivamente no Android).

Google Fotos

Seguindo a tônica da noite, o serviço de backup de fotos também está ganhando a sua dose extra de aprendizado de máquina. Em breve, o Google Fotos terá um recurso de colorização de fotos em preto e branco — você simplesmente tira uma foto da foto antiga que queira colorir e o aplicativo, utilizando técnicas de inteligência artificial, dará cor à imagem automaticamente. A ferramenta serve ainda para identificar elementos em imagens e criar um efeito (deveras brega, devo adicionar) que deixa apenas o sujeito em primeiro plano colorido com o restante da foto em preto e branco.

Está mais fácil que nunca melhorar as suas fotos no Google Fotos. A partir de hoje, você verá sugestões para iluminar, arquivar, compartilhar ou girar as suas fotos diretamente nelas.

A plataforma terá ainda um recurso que identificará automaticamente fotos de documentos e as converterá em arquivos PDF — além de uma série de sugestões automáticas de ajustes, como exposição, também baseada em inteligência artificial. Para desenvolvedores, novas APIs3 tornarão possível incluir a busca, o upload e o compartilhamento do Google Fotos diretamente em seus aplicativos. As novidades já estão sendo disponibilizadas para os usuários.

Google Lens

A ferramenta de reconhecimento do mundo real será separada do Google Fotos e, em vez disso, será incorporada aos aplicativos de câmera nativos dos smartphones em que estiver presente — no lançamento, serão dez dispositivos de fabricantes como LG, Motorola, Sony, Nokia, OnePlus e Xiaomi.

Em breve, o Google Lens funcionará em tempo real. Ao mostrar resultados proativamente e ancorando-os nas coisas que você vê, será possível navegar o mundo à sua volta somente apontando a sua câmera.

O Google Lens é capaz de identificar basicamente tudo que nos cerca e dar informações em tempo real sobre o objeto. Algumas categorias têm benefícios especiais: você pode apontar a câmera para o pôster de um filme e o seu trailer será reproduzido automaticamente; para uma mercadoria em uma loja e várias opções de compra online surgirão com seus respectivos preços. Um analisador de estilo mostrará opções “parecidas” quando você capturar um móvel ou uma peça de roupa — e ele pode ainda reconhecer o texto de uma imagem e copiá-lo para a sua área de transferência, caso você queira.

A nova versão do Google Lens, que ainda está em fase beta, chegará aos dispositivos compatíveis nas próximas semanas.

Gmail

O serviço de email favorito de todo mundo ganhará em breve um novo recurso chamado “Smart Compose” (“Redação Inteligente”), que é uma extensão das já existentes “Smart Replies” (“Respostas “Inteligentes”). Com a ferramenta — que (surpresa!) é baseada em técnicas de aprendizado de máquina —, o Gmail sugerirá frases automaticamente para responder as suas mensagens, reconhecendo perguntas, convites, contexto e relação com o destinatário.

Um novo recurso movido a inteligência artificial, nós estamos lançando a “Smart Compose” no Gmail para ajudar a escrever seus emails mais rapidamente oferecendo sugestões interativas enquanto você digita.

O recurso funcionará tanto na versão web do Gmail como em seus aplicativos e deverá surgir para os usuários nos próximos meses — contanto que você tenha o novo Gmail ativado na sua conta.

Google Notícias

A plataforma de notícias do Google, que concorre diretamente com o Apple News, está ganhando uma renovação total. Uma nova seção “For you” (“Para você”) selecionará as histórias mais importantes do dia com base no seu histórico de leitura e preferências, misturando notícias mundiais e locais, artigos de opinião e tendências; haverá ainda seções com assuntos específicos como esportes, negócios e tecnologia.

Google News

Para aprofundar-se numa notícia, a plataforma utiliza inteligência artificial para apresentar, numa tela única, resumos, imagens, vídeos e citações de diferentes fontes. Se você quiser ir além, pode também receber uma lista de notícias contínua, com linha do tempo resumindo os principais acontecimentos, de inúmeros veículos ao redor do mundo cobrindo a mesma informação, para ver vários pontos de vista e tirar suas próprias conclusões sobre o tema.

Aliás, o combate às notícias falsas é um dos focos da renovação do Google News; na parte inferior de cada tela, uma seção com perguntas frequentes, checagem de fatos e tweets relacionados é exibida para o usuário, complementando as informações exibidas acima.

O Newsstand, a banca de revistas da gigante, será fundido com a plataforma e permitirá aos usuários comprar ou assinar edições digitais de jornais e revistas ao redor do mundo.

O novo Google Notícias estará disponível na web, no iOS e no Android; mais de 127 países serão contemplados com a plataforma, incluindo o Brasil. O aplicativo (que substitui os antigos Google Play Banca e Google Notícias e Tempo) será disponibilizado a partir da próxima semana.

Smart Displays

Equipados com o recém-lançado Android Things, os Smart Displays do Google serão, basicamente, alto-falantes Google Home com telas — ou tablets com funcionalidades limitadas e sem bateria, como você preferir. É possível ver receitas, assistir a vídeos, conversar com a Google Assistente, fazer buscas no Google, videochamadas e muito mais — tudo usando somente a sua voz.

Smart Displays do Google

Várias cadeias de restaurantes, como Starbucks e Domino’s Pizza, fizeram parcerias com o Google para oferecer serviços de entrega diretamente dos dispositivos (somente nos EUA, por enquanto), que serão fabricados por parceiras como a LG, a Lenovo e a JBL. Não se sabe se o próprio Google pretende fabricar uma versão do conceito, mas os primeiros Smart Displays chegarão ao mercado nos próximos meses.

·   •   ·

Ufa! Muita coisa, não? Agora é com vocês: estou curioso para saber o que acharam das novidades e com o que a Apple tem que se preocupar de tudo que foi apresentado acima. Opiniões?

via The Verge

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários