Apple quer participar de novo programa governamental para testes de drones, embora ninguém saiba o porquê

Dentre as atuais tendências do mundo da tecnologia, uma não tem nenhum tipo de dedo da Apple nem em participação real nem em rumores: os drones. Entretanto, até mesmo nessa área a Maçã tem algum tipo de pretensão — comercial ou não —, como mostrou a Reuters.

Segundo a reportagem, a Apple está entre as empresas que se candidataram a participar de um novo programa de testes de drones lançado ano passado pelo presidente Donald Trump. O programa permitirá que seus participantes — empresas, em sua maioria — realizem testes com os equipamentos autônomos aéreos em situações normalmente não permitidas pela Federal Aviation Administration (FAA, órgão de regulamentação da aviação civil nos Estados Unidos), como voos noturnos, acima de grandes aglomerações ou fora da linha de visão do piloto.

Outras gigantes da tecnologia, como a Qualcomm e (compreensivelmente) a Amazon, também manifestaram interesse em participar do programa, que tem quase 200 empresas como candidatas para apenas 10 vagas iniciais. A seleção das companhias será anunciada ainda nesta semana.

Resta saber, claro, qual é a intenção real da Apple com isso tudo. Ao que se sabe, a empresa não realiza testes “regulares” com drones e, portanto, não teria uma motivação aparente para candidatar-se a um programa que permita testes mais específicos. Não é possível (ou é?) que o esforço seja somente para aprimorar as tecnologias anti-drone que cercam o Apple Park, então alguma coisa deve sair disso tudo… ou não.

Será que temos algo relacionado àquele rumor relacionado aos Mapas da Maçã? Teremos que aguardar para ver.

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários