Philips lança o Hue Sync para macOS e permite sincronizar luzes com o conteúdo do seu Mac

A Philips tem uma linha de lâmpadas inteligentes chamada Hue. Com elas, você consegue montar cenas (fazer ajustes, por exemplo, para que o ambiente fique propenso a ver um filme), mudar cores, ligar/desligar luzes pela casa… tudo pelo iPhone, iPad, iPod touch, Apple Watch ou até mesmo conversando com a Siri (seja nesses dispositivos ou no HomePod).

Agora, mais um aparelho da Apple entrou na brincadeira; sim, o Mac!

A Philips lançou nesta semana um aplicativo para macOS e também para Windows. O Hue Sync não é completo como o app para iOS, permitindo que você tenha total controle sobre as lâmpadas. O que ele na verdade permite é sincronizar as luzes com o conteúdo que está sendo reproduzido no seu computador ou na TV (jogos, vídeo e músicas), a fim de criar um efeito bem legal.

Imagine que você está jogando um game de ação e as suas luzes imitem as explosões na tela. Ou, ao assistir a um pôr do sol deslumbrante em um filme, deixar a sua sala de estar banhada pelos mesmos tons violeta, laranja e amarelo que você vê na tela. E finalmente, levar a sua música para um novo nível; suas luzes podem dançar ao ritmo das suas faixas favoritas.

Você pode personalizar a experiência de iluminação definindo o nível de brilho desejado e alternando a velocidade em que as luzes mudam de acordo com o conteúdo (escolhendo entre os modos “Sutil”, “Moderado”, “Alto” e “Intenso”). Além disso, ao ouvir música, você escolhe várias paletas de cores diferentes para combinar com o gênero: as cores pastel, por exemplo, vão bem com músicas mais suaves, enquanto tons mais claros e mais fortes podem ser mais adequados para rock e dance music, segundo a Philips.

No vídeo abaixo, a Philips ensina como configurar o app no computador:

Já neste, como utilizá-lo com a sua TV (via cabo HDMI, AirPlay, Chromecast ou Miracast):

O app Hue Sync está disponível para download no site da Philips e é compatível com o macOS Sierra e com o High Sierra; no Windows, ele requer a versão 10.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários