ResearchKit 2.0 trará nova interface e boa leva de recursos inéditos à plataforma

O ResearchKit é um dos principais elementos da ambiciosa empreitada da Apple na área de saúde e bem-estar. A plataforma de pesquisa médica foi lançada há pouco mais de três anos e já colaborou para descobertas importantes ao redor do mundo, muitas delas publicadas em artigos científicos das principais publicações do mundo — e algumas já sendo transportadas para tratamentos e iniciativas da vida real.

Publicidade

Agora, a Maçã está atualizando o ResearchKit para a versão 2.0, que trará uma série de novidades para aprofundar ainda mais sua utilidade como parceiro de médicos e pesquisadores no mundo todo.

ResearchKit 2.0

A primeira melhoria do ResearchKit 2.0 está no design. A interface da plataforma será amplamente atualizada para, como afirmou a Apple, “refletir com mais fidelidade as diretrizes de estilo mais recentes do iOS” e tornar a experiência do usuário mais intuitiva e agradável.

Publicidade

Dentre as principais mudanças visuais, teremos todos os botões de navegação (como “cancelar” ou “pular”) presentes na parte inferior da tela para uma operação mais fácil; rodapés terão visão permanente e um novo modo de visualização por cartões melhorará o visual de formulários e pesquisas.

Mas não é só isso: a nova versão da framework trará também uma série de recursos inéditos, incluindo um visualizador embutido de PDFs (que permite aos usuários navegar, anotar, buscar e compartilhar documentos no formato) e reconhecimento de fala (que transcreve as frases pronunciadas e permitem sua edição posterior).

ResearchKit 2.0

Publicidade

Teremos também algumas novas funções médicas, como uma ferramenta para audiometria utilizando o método Hughson-Westlake (a Apple inclusive tornou open source os dados de calibração dos AirPods para isso) e uma outra, chamada Amsler Grid, que ajudará na detecção de distorções na visão e outros problemas oculares. A lista completa pode ser conferida aqui.

A nova versão do ResearchKit chegará junto do iOS 12 — portanto, médicos e pesquisadores que queiram se aventurar nas versões beta do novo sistema já podem ter um gostinho das novidades. E que venham mais descobertas!

via 9to5Mac

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…