Na Irlanda, Tim Cook fala sobre data center cancelado e dispara: “Não viemos para cá pelos impostos”

O CEO favorito de todo mundo (ou não) continua o seu tour pela Irlanda, onde já esteve na inauguração da expansão do campus da Apple em Hollyhill e não perdeu a oportunidade de criticar a — já revertida — política do governo Trump que estava separando pais e filhos na fronteira EUA-México.

Agora, o Irish Times compartilhou mais uma breve entrevista com o executivo, desta vez focada em assuntos locais — nomeadamente, os planos descartados para um novo data center na cidade irlandesa de Athenry e os recentes problemas encontrados pela Apple com os benefícios fiscais concedidos pelo país. A mensagem geral de Cook aos irlandeses foi clara: “Nós continuamos nos dedicando [à Irlanda].”

Sobre a saga do data center cancelado, Cook afirmou:

Nós amávamos a comuindade lá e felizmente tínhamos um ótimo apoio deles, porque eles nos queriam lá. Esse é provavelmente o maior desapontamento do nosso ponto de vista; nós sentimos que poderíamos ter conquistado o nosso lugar na comunidade e feito muitos amigos, como fizemos em Cork, e desenvolver esse relacionamento com o tempo. Mas nós entendemos e respeitamos o processo.

Falando sobre os benefícios fiscais concedidos pelo governo irlandês — e consequentemente julgados como ilegais pela Comissão Europeia —, Cook foi categórico:

Falando honestamente, nós não viemos à Irlanda pelos impostos. Nós viemos para a Irlanda em 1980 porque vimos uma comunidade que acreditamos que poderia crescer, e poderia fazer uma série de coisas para ajudar o continente. Nós seguimos nesse caminho por quase quatro décadas. Não foi uma linha reta — a vida não é uma linha reta, as coisas sobem e descem —, mas tem sido desde então uma trajetória ascendente. Eu não imagino isso mudando.

O CEO também despistou o assunto quando perguntado se haveria novas expansões para o campus em Cork (a empresa já é a maior empregadora da região), afirmando que a questão depende de “uma mudança das regras”, sem especificar quais, mas ressaltando que não planeja parar de crescer em nenhum momento.

Me diverti muito em Cork visitando a família Apple e nossos amigos. Vejo vocês novamente em breve! 🇮🇪

Cook falou também sobre a pujante comunidade de desenvolvedores europeus, à qual a Apple já pagou mais de €20 bilhões desde que a App Store foi criada e que tem produzido efeitos visíveis na economia irlandesa — só no país, são mais de 17.000 desenvolvedores.

É uma mudança fenomenal que só tem uma década de idade. Alguém pode sentar no seu porão ou na sua casa e, clicando em um botão, está vendendo sua criação em 155 países diferentes. É incrivelmente empoderador — é um dos segmentos de trabalho que mais cresce na economia de quase todos os países do mundo.

A entrevista completa de Cook pode ser lida aqui.

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários