Protocolo de segurança WPA3 é anunciado pela Wi-Fi Alliance

O Wi-Fi é uma das opções de conexão à internet mais conhecidas do mundo. Desde sua popularização, bilhões de pessoas e milhões de empresas utilizam o método sem fio para transmitir dados e realizar as mais diversas ações que existem. Dessa forma, à medida que o número de dispositivos aumenta, é importante que o nível de segurança das conexões acompanhe esse crescimento.

Para melhorar a segurança das redes sem fio, a Wi-Fi Alliance — organização que promove e certifica os padrões Wi-Fi — anunciou a certificação do protocolo WPA3. O novo “padrão” aborda várias vulnerabilidades que existem no WPA2, tanto para ambientes de redes pessoais quanto corporativas, e adiciona novos recursos para simplificar a segurança.

Wi-Fi

Por mais de uma década, o protocolo WPA2 é utilizado para entregar aos usuários a melhor solução Wi-Fi do mercado. No entanto, esse protocolo possui alguns pontos fracos que podem ser significativos, dependendo do uso. Entre esses, é possível que hackers capturarem um fluxo de dados criptografados do seu roteador e realizem um ataque à sua rede quando desejarem. Como não é necessário permanecer conectado ao roteador para adivinhar qual é a senha da rede, os invasores ignoram os limites que o próprio roteador coloca em tentativas repetidas de acesso.

Entre as melhorias, o WPA3 inclui um sistema de autenticação com base em uma senha mais robusta que reduz as chances de um hacker “adivinhar” sua senha, criptografia de dados individualizada para proteção contra interceptação de Wi-Fi (Protected Management Frames) e a capacidade de proteger o tráfego de dados mesmo se a rede tiver sido invadida.

O novo protocolo também inclui novas opções de configuração rápida para dispositivos domésticos inteligentes através do Easy Connect — também disponível para o protocolo WPA2 —, um recurso no qual o proprietário da rede define o melhor método de autenticação, que pode ser tão simples quanto escanear um código QR.

Para empresas, governos e instituições financeiras, o WPA3 oferece um modo opcional usando protocolos de segurança com 192 e 384 bits de força mínima — popularmente são utilizadas chaves com 256 bits. Com isso, as ferramentas criptográficas implementadas prometem proteger melhor os dados confidenciais.

Como foi anunciado hoje, os novos roteadores e aparelhos de distribuição de rede com o novo protocolo de segurança devem ser lançados em breve, por isso o WPA3 não entrará em uso por enquanto. A boa notícia é que ele manterá a interoperabilidade com dispositivos WPA2, portanto não haverá necessidade de atualizar todos os dispositivos na mesma rede após a atualização do aparelho hotspot.

Além do WPA3, também será lançado o 802.11ax, o substituto do 802.11ac. O novo protocolo permite velocidades de dados superiores aos roteadores existentes e os primeiros dispositivos que contam com a nova tecnologia também devem demorar um pouco para chegar às lojas.

via Engadget

Posts relacionados

Comentários