Apple teria vendido 1,3 milhão de HomePods até hoje

Há alguns dias nós informamos que, segundo uma pesquisa da Consumer Intelligence Research Partners, o HomePod teria vendido cerca de 3 milhões de unidades até hoje e conquistado 6% do mercado americano de alto-falantes inteligentes — o qual é atualmente dominado pela Amazon. Pois, de acordo com a Strategy Analytics, a história é mais ou menos essa. Eu explico.

Primeiro temos que notar que a pesquisa da SA é global, enquanto a da CIRP é local (focada nos EUA). Ainda assim, a firma de pesquisas concordou com a CIRP ao afirmar que o HomePod tem mesmo 6% do mercado de alto-falantes inteligentes, mas discordou completamente no número de unidades vendidas, já que acredita que a Maçã vendeu cerca de 700 mil unidades no segundo trimestre do ano — totalizando, ao longo da vida do dispositivo, vendas na casa de 1,3 milhão de unidades.

Na pesquisa da SA, a Amazon perdeu bastante espaço e agora está com 41%, frente aos 76% que tinha no mesmo período do ano passado; já o Google subiu de 16% que tinha no segundo trimestre de 2017 para 28% agora. Completam a lista a Alibaba, com vendas de 800 mil unidades (7% do mercado), e a JD.com, com 300 mil unidades vendidas (2,2%). Ou seja, a Apple seria, hoje, a quarta empresa (de cinco) que mais vende alto-falantes inteligentes no mundo.

Infelizmente, por questões estratégicas, a Apple não informa o número oficial de unidades vendidas no HomePod. Na divulgação do último resultado financeiro da empresa, tudo o que sabemos é que a categoria “Outros Produtos” (na qual o HomePod está enquadrado) teve uma receita de US$3,7 bilhões (aumento de 37% se comparado ao mesmo período de 2017). O problema aqui é que, além do HomePod, temos também o Apple Watch, a Apple TV, os AirPods, os fones da Beats e outros produtos dentro dessa conta.

Qual é o número correto das vendas do HomePod? Só a Apple sabe. O fato é que ter 6% do mercado com apenas um produto na linha, que custa US$350 (não é um concorrente direto, mas o Amazon Echo Dot custa apenas US$50, por exemplo) e que está disponível apenas em alguns poucos países, é sim uma boa notícia para a Maçã.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários