Google tenta esclarecer polêmica com o “Histórico de Localização” de seus apps

No início desta semana, comentamos a investigação da Associated Press sobre o recurso histórico de localização do Google, presente em aplicativos de navegação e pesquisa da companhia. Ainda que o Google tenha respondido o porquê de continuar rastreando os dispositivos mesmo com esse recurso desativado, o resultado apresentado pela agência gerou tanto bafafá que a gigante de Mountain View decidiu atualizar seus documentos de suporte para explicar melhor o recurso em questão — embora continue coletando os dados.

Conforme divulgado pelo AP News, a página de suporte do Google para a configuração do histórico de localização agora informa que esse ajuste não afeta outros serviços de localização no dispositivo, mas que alguns dados de localização podem ser salvos como parte da atividade realizada em outros serviços, como pesquisa e mapas. Por enquanto, a página de suporte do histórico de localização do Google em português não foi atualizada com as novas informações e ainda informa que “com o Histórico de localização desativado, os lugares que você frequenta não são mais armazenados”.

Essa configuração não afeta outros serviços de localização no seu dispositivo, como os Serviços de Localização do Google e o Buscar Meu Dispositivo. Alguns dados de localização podem ser salvos como parte de sua atividade em outros serviços, como Pesquisa e Mapas. Quando você desativa o Histórico de Localização da sua Conta do Google, ele é desativado para todos os dispositivos associados a essa Conta do Google.

Em um comunicado divulgado ontem (16/8) pela AP, o Google declarou que está “atualizando a linguagem explicativa sobre o histórico de localização para torná-la mais consistente e clara nas diversas plataformas”, portanto, é possível que a companhia esclareça outras questões sobre mais de seus recursos e serviços.

Conforme destacamos no artigo publicado na última segunda-feira, os usuários que desejam interromper totalmente o rastreamento dos aplicativos do Google devem desativar o recurso “atividade na web e de apps”, além do próprio histórico de localização. Confira essa página do suporte do Google para saber como desligar o recurso de atividades.

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

6 comments

  1. Desativar totalmente o rastreamento é um tiro no pé de qualquer usuário de serviços Google, já que muitos dos serviços é baseado em localização. Ainda mais nos próximos anos, quando serviços de IA estarão em tudo que é dispositivo, e saber sua localização será fundamental para a IA entender seu comportamento e assim oferecer um melhor serviço.

  2. Eu caguei pra privacidade da onde vou. Tenho amigos que morrem de medo do Google saber onde estão indo que desativam tudo, parecem até que serão procurados pela Interpol. Eu tô nem aí.

  3. Jogue fora todos seus equipamentos eletrônicos e vá morar numa ilha deserta no meio do Atlântico ou Pacífico, talvez assim você tenha algum pouco de privacidade.

  4. A Google e a Apple sabem até a localização do seu roteador que nem tem GPS, quem dirás de um smartphone…

  5. Mano… vamos la… pobre liga para essas coisas? quer vai querer saber onde pobre esta? Por isso não me preocupo com isso! rsrs

Deixe uma resposta