Lojas da Apple terão 80 mil funcionários em 600 regiões até 2023; uma nova será aberta em Kyoto (no Japão)

Entre os vários produtos e serviços da Apple que são mundialmente reconhecidos, a Maçã também é lembrada por suas lojas icônicas que, como a própria Angela Ahrendts (chefona de varejo da companhia) já disse, fazem mais do que simplesmente vender.

Nesse sentido, Gene Munster (da Loup Ventures) decidiu analisar como as lojas da empresa incorporam os valores tão difundidos pelos seus executivos, colocando na avaliação desde a recepção dos clientes até as experiências ofertadas em cada uma delas (como o Today at Apple). De acordo com Munster, esses e outros detalhes dão ao varejo da Apple uma vantagem competitiva por vezes subestimada.

O estudo de Munster foi dividido em cinco partes: estética, recepção/compra, informação, suporte e inspiração. Em cada uma delas, o analista descreveu sua experiência, destacou quais valores foram incorporados pela Apple em suas lojas e comparou o serviço oferecido com aquele de grandes empresas (como Amazon, AT&T, entre outras).

Ele realizou, também, algumas estimativas sobre o futuro das lojas físicas da Maçã, incluindo o número de funcionários que a Apple terá contratado daqui a cinco anos e em quais regiões é esperado que a companhia expanda ainda mais suas atividades. Nesse ínterim, a Apple deverá estar presente em 600 regiões ao redor do mundo até 2023; atualmente, a Apple possui 511 lojas. Ademais, é provável que o total de funcionários da Apple somente do varejo (isso é, excluindo o pessoal corporativo que trabalha no Apple Park e em outros campi da empresa espalhadas pelo globo) chegue a 80 mil nos próximos cinco anos; hoje, a Apple conta com 65 mil funcionários de varejo ao redor do mundo.

Além disso, as duas maiores regiões de crescimento nesse período serão a China e a Índia, os dois países mais populosos do mundo. Apesar do enorme potencial do mercado consumidor, a Apple está conseguindo engrenar na Índia. No último ano, a Maçã viu o número de iPhones vendidos por lá cair e passou por uma mudança de liderança — por isso, a companhia já está pensando em novas estratégias para atrair consumidores e recuperar sua expressividade no mercado local.

Confira a análise completa [em inglês] do analista no site da Loup Ventures.

Nova loja no Japão

Por falar em varejo, a Apple vai inaugurar sua primeira loja na cidade de Kyoto (no Japão), no dia 25 de agosto (um sábado), às 10h da manhã pelo horário local.

A companhia anunciou a data em um vídeo divulgado na sua página do YouTube e também no seu site oficial — com um belíssimo papel de parede para celebrar a inauguração!

Com essa, a Apple agora contará com nove lojas oficiais no Japão — localizadas nas cidades de Tóquio, Osaka, Aichi, Miyagi e Fukuoka (além de Kyoto, é claro).

Detalhes de nova Apple Store em Los Angeles

Há quase um mês, a Apple divulgou seus planos para abrir uma nova loja na clássica Tower Theater, localizado no centro de Los Angeles. Recentemente, a companhia divulgou mais algumas informações dessa que promete ser uma das lojas mais “proeminentes” da Maçã quando for concluída, conforme divulgado pelo Los Angeles Times.

Entre as novidades, a Apple afirmou que está planejando reformar completamente o interior do prédio para abrir o espaço da loja e criar uma área interativa no ambiente — provavelmente para suas sessões do Today at Apple e oficinas. A companhia compartilhou uma arte que permite visualizar como será a nova loja; nela, é possível observar que a Apple preservou o estilo renascentista do interior do teatro que foi construído para imitar a Ópera Garnier, em Paris.

Render da Apple Store no centro de LA

Segundo o diretor de design das lojas da Maçã, B.J Siegel, muitas pessoas imaginam que as Apple Stores são “grandes caixas de vidro” — o que não é bem verdade. Outras retails foram construídas com base na arquitetura local ou já existente, como a Apple Kurfürstendamm (em Berlim, Alemanha), a Apple Hirsch (em Amsterdã, Holanda), a Apple Grand Terminal (em Nova York, EUA), entre outras.

Por enquanto, a Apple está aguardando a liberação do governo local para começar a construção e reforma do Tower Theater — ainda não foi divulgada, é claro, nenhuma data de inauguração.

via AppleInsider, MacRumors: 1, 2

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários