Ladrões invadem mais uma loja da Apple na Califórnia; prejuízo é de US$35 mil

A preocupante série de invasões a Apple Stores nos Estados Unidos ganhou mais um episódio ontem (2/9); desta vez, o alvo dos assaltantes foi a Apple Burlingame, na Califórnia. Com esta, já é a quinta vez que as lojas da Apple na área da baía (Bay Area) de San Francisco são invadidas — isso somente nas últimas duas semanas. Segundo a polícia, todos os casos ocorreram de forma similar e, por isso, podem ser atribuídos ao mesmo grupo.

No assalto de ontem, um grupo de homens vestindo casacos com capuz entraram correndo pela porta da frente da loja por volta de 11h30 (horário local) e arrancaram iPhones e MacBooks expostos das mesas, conforme divulgado pela NBC. A ação foi gravada por câmeras de seguranças da loja e durou poucos segundos.

Na semana passada, a Apple Emeryville e a Apple Santa Rosa Plaza, na mesma região, também foram alvos de assaltos semelhantes. Há duas semanas, a Apple Corte Madera foi roubada — além de outras duas lojas, a Apple Rosedale Center e a Apple Fashion Fair.

Na maioria dos casos acima, os ladrões escaparam com sucesso após as invasões; no entanto, em outros, os assaltantes não tiveram a mesma “sorte”. Há alguns dias informamos que, durante a tentativa de assalto à Apple The Oaks, os próprios clientes da loja da Maçã imobilizaram dois suspeitos até a chegada da polícia.

A Apple usa versões especiais do seu software para todos os gadgets que ficam dispostos nas mesas de exibição nas suas lojas e, por isso, eles se tornam basicamente um peso de papel quando roubados da loja. Como no caso registrado na Apple The Oaks, é possível que os produtos furtados sejam vendidos em mercados paralelos, ou então o lucro dos assaltantes venha da revenda de algumas peças desses dispositivos, vai saber…

via Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários