Eis os prováveis preços da nova linha de iPhones

Depois de apresentar um smartphone de US$1.000 no ano passado — coisa que parecia impensável até pouco tempo antes, e depois rapidamente tornou-se o novo valor padrão para carros-chefe de grandes fabricantes —, pouca gente espera que a Apple vá subir mais um passo na sua escada de preços de iPhones este ano. E, de acordo com informações obtidas pelo blog alemão Macerkopf [Google Tradutor], isso não deverá acontecer, mesmo — ao menos na gringa.

O blog, que citou fontes próximas do assunto, afirmou que os novos “iPhone 9″ (de 6,1”, com tela LCD), “iPhone Xs” (de 5,8″, com tela OLED) e “iPhone Xs Max” (de 6,5″, com tela OLED) ocuparão as exatas faixas de preço dos iPhones 8, 8 Plus e X atuais — na Alemanha, isso significa 800€, 910€ e 1.150€, respectivamente. Nada se falou sobre a conversão dos preços para dólar, mas considerando a equivalência dos valores em euro e na moeda americana, tudo leva a crer que os novos iPhones custarão o mesmo também nos EUA, ou seja: US$700, US$800 e US$1.000, respectivamente (isso, é claro, para os modelos de entrada, com supostos 64GB).

Dos três modelos, o único cujo preço pode levantar algumas suspeitas é o do “iPhone Xs”. Se vocês bem lembram dessas previsões de Ming-Chi Kuo, o analista cravou há alguns meses valores que batem com os aqui especulados tanto para o “iPhone 9” quanto para o “iPhone Xs Max”, mas o modelo sucessor do iPhone X, segundo Kuo, chegaria por US$800-900. Faz sentido: é mais provável, afinal, que a diferença entre os modelos com tela OLED seja de US$100 em vez de US$200.

Eis a possível grade de preços para a nova linha:

Capacidade“iPhone 9”“iPhone Xs”“iPhone Xs Max”
64GBUS$699US$799-899US$999
256GBUS$849US$949-1.049US$1.149
512GBUS$1.099-1.199US$1.299

A vantagem nesse novo esquema da Apple é que o sucessor direto do iPhone X (até segunda ordem, chamado de “iPhone Xs”) terá um valor menor que o do aparelho já existente, ocupando uma faixa de preço semelhante ou ligeiramente à atual do iPhone 8 Plus. O seu irmão maior é que será o famigerado smartphone de US$1.000 da nova linha — e o mais caro da família.

Obviamente, essas previsões não podem ser tomadas como certas (rumores sobre preços sempre são trêmulos em termos de consistência) e, mais importante ainda, não significam que os valores dos iPhones no Brasil permanecerão os mesmos. Como bem sabemos, nosso querido real está em uma onda de desvalorização brutal em relação ao dólar e, com isso, pode ser que a Apple esteja nos reservando mais um temido reajuste para cima. Será que estamos prestes a ver o smartphone de R$8.000+? Veremos…

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários