Três novidades que você pode não conhecer do watchOS 5

Nós conhecemos o watchOS 5 na WWDC18 e, ao longo dos últimos meses, fomos acompanhando as novidades e os recursos do sistema operacional do relógio conforme a Apple ia liberando suas versões beta. Depois de dez versões de testes, nesta semana finalmente a versão final do watchOS 5 foi liberada para o grande público e pudemos instalar o sistema em nossos relógios, a fim de aproveitar as novidades. Uma delas, porém, ninguém esperava.

Até então, o Apple Watch (desde a primeira geração até o Series 3) era capaz de detectar batimentos cardíacos elevados — recurso, aliás, que fez bastante sucesso e salvou algumas dezenas (ou centenas, vai saber) de vidas por aí.

Sensores do Apple Watch Series 4

Com o lançamento do Apple Watch Series 4, a Apple sabiamente melhorou o sensor responsável por esse recurso e adicionou mais dois tipos de monitoramento: baixa frequência cardíaca e fibrilação atrial (graças à possibilidade de fazermos um ECG — algo que será liberado ainda neste ano para usuários americanos).

Batimentos no watchOS 5

A surpresa, como o AppleInsider informou, é que o monitoramento de frequência cardíaca baixa é uma novidade do watchOS 5 — e não do Apple Watch Series 4. Isso quer dizer que donos de Watches Series 3, 2 ou 1 (o Watch original infelizmente não é compatível com o watchOS 5) têm agora mais esse recurso para controlar a saúde do coração.

Batimentos no watchOS 5

Para usar o recurso, você precisa abrir o app Batimentos no próprio relógio e ativá-lo; já no app Watch, no iPhone, você também pode abrir o app Batimentos para configurar o BPM mínimo de acordo com a sua preferência.

E já que estamos falando de novidades, as duas abaixo não são propriamente surpresa já que inclusive constam na página oficial do watchOS 5, contudo foram pouquíssimo comentadas e você pode desconhecê-las.

Notificações no watchOS 5

A primeira é que, assim como em iPhones e iPads, o Apple Watch agora agrupa notificações de um mesmo aplicativo; você pode, então, se livrar delas de uma vez só ou tocar para expandi-las.

Com as notificações expandidas, o comportamento é o mesmo de uma notificação normal, ou seja, você pode deslizar para o lado para se livrar delas ou até mesmo tocar no “…” e escolher entre as opções “Receber em Silêncio” ou “Desativar no Apple Watch” — só não escolha essas opções no app do MacMagazine, afinal, você não quer perder nenhuma notícia do maior e melhor site sobre Apple do Brasil. 😊

A segunda é que, agora, o watchOS conta com detecção automática de exercícios. O Apple Watch percebe se você está fazendo certos tipos de exercício e manda um alerta caso você tenha esquecido de iniciar a sessão no app.

Isso em si você poderia já saber. O que você não necessariamente sabe, como o Marcus Mendes informou, é que esse recurso espera cerca de 15 minutos para ter quase certeza de que você fazendo uma atividade e, aí sim, mostra a notificação para você começar a contabilizar o tempo e as calorias — levando em consideração todos os 15 minutos que você já fez (de forma retroativa), é claro!

Boas novidades do watchOS 5, não é mesmo? 😉

Posts relacionados

Comentários