Apple busca locais alternativos para campus em Londres

Há dois anos, comentamos que a Apple estava planejando ocupar parte da Usina Termelétrica de Battersea, em Londres, para servir como o primeiro campus da companhia na Inglaterra.

Previsto para ser finalizado em 2021, o projeto depende de construções de recuperação do local, que ficou abandonado por mais de 30 anos. Contudo, para a infelicidade da Maçã e de outras empresas, as obras estão atrasadas há meses e diversos compradores já desistiram da empreitada, conforme publicado pelo The Times.

De acordo com o jornal, a notícia de um possível atraso na entrega final do prédio fez com que a Apple iniciasse a busca por outros locais para levantar sua futura fortaleza filial londrina. Apesar disso, não foram divulgados possíveis locais onde a gigante de Cupertino poderia instalar seu próximo campus.

De acordo com o engenheiro responsável pela reconstrução de Battersea, Simon Murphy, o projeto ficará pronto a tempo da data prevista, e a Maçã deverá se instalar logo depois da entrega do prédio.

Daremos [à Apple] aquele prédio no final de 2021. Todos estão muito confiantes nesse estágio. Você provavelmente verá a Apple chegando algum tempo depois. Sua adequação [instalação de serviços, móveis e TI] é um grande trabalho.

Como dissemos, a Usina Termelétrica de Battersea não é utilizada há mais de 30 anos — o local foi fechado em 1983 e, em 2012, foi comprado por um consórcio de empresas da Malásia. Localizado à margem do famoso Rio Tâmisa, o local de mais de 170 mil metros quadrados poderá comportar o dobro de funcionários que a Apple possui em Londres — ou seja, 3.000 pessoas.

Lojas na Usina de Battersea

Além de escritórios, o local servirá como um centro de compras com dois andares de lojas; em torno do prédio principal, cerca de 253 apartamentos com jardins suspensos serão construídos em torno de uma enorme praça, que servirá como área de lazer. Dentro do complexo serão construídos, ainda, um auditório com capacidade para mais de 2.000 pessoas e alguns cinemas.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários