Crianças já aprenderam a burlar o Tempo de Uso do iOS 12

Nós publicamos um guia completo sobre o Tempo de Uso, recurso do iOS 12 que permite a usuários controlar e limitar o uso de apps e dispositivos — não apenas consigo, mas também com os aparelhos dos seus filhos, caso as contas estejam ligadas pelo Compartilhamento Familiar.

Agora, como era de se esperar, os pequenos gênios (do mal) já estão usando toda a criatividade para explorar bugs e brechas no sistema e burlar os limites de tempo do novo recurso. Para que caçadores de bugs profissionais quando você tem crianças desesperadas por mais 10 minutos no Angry Birds, afinal?

Tempo de Uso no iOS 12

Essa discussão no Reddit tem um bocado de pais em iguais partes preocupados e admirados com a criatividade dos filhos. O criador do tópico mencionou o caso em que seu filho, um pequeno de sete anos(!), descobriu uma forma de continuar jogando mesmo após o seu limite apitar: basta ir à App Store e procurar por um título que já foi baixado anteriormente, porém apagado, e tocar no ícone da nuvem para fazer o download novamente. O sistema não pedirá qualquer senha e o jogo não entrará no limite pré-estabelecido, podendo ser jogado noite adentro.

Outros casos foram compartilhados por pais e responsáveis. Em um deles, o infante usuário aprendeu a reiniciar a data e a hora do dispositivo para redefinir os padrões do Tempo de Uso, tendo acesso liberado ad infinitum; num outro caso de criatividade, um genial hacker de menos de 10 anos passou a enviar vídeos do YouTube para si mesmo no iMessage — como o mensageiro não estava bloqueado, era possível simplesmente assistir ao conteúdo por lá, ainda que o app do YouTube estivesse fora dos limites.

Naturalmente, com o tempo, o recurso Tempo de Uso e seus limites serão aperfeiçoados e essas brechas mais imediatas certamente serão corrigidas pela Apple. Ainda assim, fica a dica: poucas coisas vão de fato parar uma criança determinada então, no fim das contas, talvez a melhor ideia seja estabelecer um diálogo com os pequenos, colocando limites não no software, mas no comportamento. O Tempo de Uso, afinal, é um ótimo aliado, mas não pode ser o único responsável por essa tarefa.

via Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários