Executivos da Apple recebem prêmio milionário

Alguns executivos da Apple receberam uma bela bolada em ações restritas na última semana — um incentivo por bater as metas de desempenho exigidas pela empresa. De acordo com relatórios enviados à SEC1, os “premiados” com as ações da Maçã foram a chefe de varejo Angela Ahrendts, o diretor financeiro Luca Maestri e o diretor de operações Jeff Williams.

Cada um dos executivos supracitados recebeu aproximadamente 44 mil ações restritas, equivalentes ao tempo de trabalho. Esse incentivo é entregue a cada três anos para os diretores da empresa que se mantiveram nos seus cargos durante o período.

Além disso, eles ganharam um prêmio com base no desempenho das ações da companhia. Da mesma forma que o valor entregue para o CEO da companhia, essa bolada de ações só é repassada se o retorno do número de acionistas da Apple atender a determinados critérios, conforme explicamos no artigo de agosto passado.

Como a Apple superou as suas expectativas no último índice da S&P 500, o incentivo relacionado ao desempenho dos papéis da Maçã triplicou e cada um recebeu aproximadamente 132 mil ações restritas da companhia, o que equivale hoje a US$30 milhões.

Contudo, do montante de cada um, a Apple reteve cerca de 68 mil ações para pagamento de impostos e taxas; ainda assim, os executivos ficaram com a “pechincha” de 64 mil ações (US$14,5 milhões).

Quase nada, não? 😝

·   •   ·

Nós já comentamos diversos casos de partidas e vindas de executivos da Apple ou para a companhia. Dessa vez, no entanto, o time da Maçã mais cresceu do que diminuiu, e duas áreas da companhia receberão novos nomes. Vamos ver quem são?

Ex-DJ da BBC Radio entra para equipe do Apple Music

Em um vídeo divulgado no seu perfil do Instagram, o DJ Charlie Sloth anunciou que sairá da BBC Radio após quase dez anos de casa. Sloth atualmente apresenta o “The 8th e The Rap Show” na rádio britânica e sua última participação acontecerá no dia 3 de novembro deste ano.

Visualizar esta foto no Instagram.

After almost 10 years of dedicating my life to BBC radio 1xtra & Radio 1 and achieving everything I set out to I’ve decided the time has come to leave the BBC and seek a new challenge. I want to thank everybody who has listened to me over the years and supported me in everything I have done I love you and the journey continues. I also want to say a huge thank you to the following people for always believing in me and supporting me while at the Bbc. Dellessa James Alex lawless Carlene Morlese Rob little john Julie Shepherd Rebecca frank Joe Harland Rhys Hughes Lim La Richards Janine kempadoo Hermet Chadha Rachal Mcalroy Alex Rata Lucy Hickling And especially Ben cooper for being a great leader and for giving me all the opportunities he has to prove myself I’m forever grateful I hope all my colleagues at 1xtra and radio 1 keep up the amazing work it’s been an incredible place to work and I’m honoured to have done so. I joined the BBC as a boy and I leave as a man. Together we have created some moments that will live forever. Charlie Sloth ❤️❤️❤️❤️ ANNOUNCEMENT ON WHATS NEXT COMING SOON ❤️

Uma publicação compartilhada por Charlie Sloth (@charliesloth) em

Várias fontes familiarizadas com o assunto disseram à revista Music Business Worldwide que o DJ foi contratado pela Maçã para apresentar um novo programa mundial na rádio do Apple Music, a Beats 1. Além disso, ele poderá contribuir para a criação e curadoria de playlists do serviço.

No vídeo, Sloth afirmou que está em busca de novos desafios e que em breve divulgará quais serão seus planos para o futuro. Ainda que a Maçã não tenha comentado publicamente sobre a possível contratação, é provável que o DJ levará o programa “Fire in the Booth” para o Apple Music, já que Sloth possui os direitos da franquia e a licença da BBC.

A Apple já possui um histórico de contratações de outros profissionais que atuavam na rádio britânica, a exemplo do próprio Zane Lowe, que comanda a rádio Beats 1. O DJ foi contratado pela Maçã em 2015, após trabalhar na BBC Radio também por quase uma década.

Ex-executivo de organização de saúde americana

Em fevereiro passado, comentamos a iniciativa da Apple de abrir clínicas de saúde voltada para o atendimento dos seus funcionários, as chamadas AC Wellness. Apesar de não ter anunciado novidades desse projeto, a Maçã está investindo na contratação de médicos, enfermeiros e profissionais da área da saúde em geral para trabalharem no serviço.

Nesse sentido, a gigante de Cupertino contratou o ex-executivo da ONG2 Fairview Health Services, M. Osman Akhtar, para gerenciar suas futuras clínicas de saúde, como divulgou a CNBC.

De acordo com o site, Akhtar entrará na equipe da Dra. Sumbul Desai, uma funcionária sênior da equipe de saúde da Apple (contratada em 2017) que trabalha no projeto da clínica de saúde da companhia. Segundo informações de pessoas familiarizadas com a contratação, o ex-executivo da ONG também estará envolvido com outros serviços da Maçã.

Como dissemos, a Apple não divulgou muitas informações sobre essas clínicas de saúde que oferecerão “o melhor sistema de saúde do mundo”, apenas que o seu lançamento se daria na “primavera de 2018”, ou seja, entre este mês e dezembro. A CNBC informou, ainda, que a Maçã já contratou mais de 40 pessoas para o novo serviço.

via 9to5Mac, Patently Apple, AppleInsider

Posts relacionados

Comentários