Chip T2 desconecta fisicamente o microfone quando a tampa do Mac é fechada

Não dá para dizer que o chip de segurança T2, da Apple, é exatamente um novato: ele foi introduzido primeiramente no iMac Pro, há quase um ano, e depois encontrou o caminho do MacBook Pro; agora, ele está chegando também aos novos MacBook Air e Mac mini. E, para celebrar a sua expansão, a Maçã divulgou hoje um novo documento detalhando os recursos do coprocessador que tornam as máquinas equipadas com ele ainda mais seguras e confiáveis.

O chip de segurança Apple T2, nossa segunda geração do chip personalizado para nossos computadores, traz a melhor segurança da indústria para o Mac. Ele inclui um coprocessador Secure Enclave, que proporciona a fundação do armazenamento criptografado APFS, boot seguro e Touch ID no Mac. Além disso, o chip T2 integra diversos controladores encontrados em outros computadores nossos — como o controlador de gerenciamento do sistema, o processador de sinal de imagem, o controlador de áudio e de SSD.

[…] Os recursos do chip T2 são tornados possíveis pela combinação de projeto, hardware, software e serviços disponibilizados somente pela Apple. Essas capacidades se combinam para oferecer privacidade e recursos de segurança inigualáveis e nunca antes presentes no Mac.

Uma parte do documento chama atenção: nos Macs portáteis, o chip T2 tem uma forma de desconectar fisicamente o(s) microfone(s) do computador da placa lógica quando a tampa do dispositivo é fechada. Desta forma, nenhum software, nem sequer com acesso à raiz do sistema ou que porventura esteja controlando o próprio chip T2, poderá capturar áudio do seu computador caso a sua tampa esteja fechada.

A Apple não emprega uma solução similar para a câmera dos MacBooks por uma razão muito simples: ao fechar a tampa das máquinas, as lentes já ficam totalmente impedidas de capturar qualquer coisa, então tal solução seria antes de mais nada uma redundância.

Outros pontos importantes do funcionamento do T2, como a Secure Enclave e a criptografia dos volumes APFS, estão detalhados no documento liberado hoje pela Maçã. Se você manja de inglês e gosta e/ou se preocupa com esses detalhes mais técnicos, o guia pode ser visualizado aqui [PDF].

via TechCrunch

Posts relacionados

Comentários