watchOS 5.1.2 habilitará leitor de ECG em Apple Watches Series 4

O leitor de eletrocardiograma (ECG) foi anunciado como uma das principais novidades do Apple Watch Series 4, mas não chegou aos pulsos dos consumidores ao mesmo tempo que o reloginho — segundo a Apple, o recurso seria liberado numa atualização de software até o fim do ano. Bom, o fim do ano está entre nós… e, ao que tudo indica, o ECG no Watch também.

O MacRumors obteve documentos internos para treinamento de funcionários de Apple Stores indicando que, quando chegar à sua versão final, o watchOS 5.1.2 finalmente adicionará o recurso de ECG ao Apple Watch Series 4. Atualmente, essa versão do sistema está em fase beta, mas o eletrocardiograma não se encontra disponível nos testes.

Como já explicamos com mais profundidade nesse artigo, o ECG no Apple Watch funcionará como uma alternativa mais simples ao tradicional exame que requer uma ida ao consultório: basta posicionar seu dedo na Digital Crown do relógio por 30 segundos e o leitor verificará se o seu coração está batendo num padrão normal ou se há sinais de fibrilação atrial, um tipo de arritmia cardíaca que pode antever problemas, como um AVC.

Nos documentos obtidos pelo MacRumors, a Apple instrui seus vendedores a informar aos consumidores que o ECG do Watch “não deve substituir métodos tradicionais de diagnóstico” e “não deve ser utilizado para monitorar o estado de uma doença ou incentivar a mudança de uma medicação antes que o usuário fale com um médico”. Ou seja, ele é mais um complemento do que um substituto do eletrocardiograma tradicional.

Na chegada do watchOS 5.1.2, o ECG estará disponível inicialmente apenas nos EUA — isso porque apenas a FDA (Food and Drug Administration) já liberou o funcionamento do recurso no país; ele precisa passar pelo crivo das agências responsáveis de outros territórios, como a nossa Anvisa, antes de neles desembarcar. Dito isso, nós já antecipamos que a habilitação do eletrocardiograma é uma mera questão de alterar a região do reloginho — caso você queira testá-lo antes da sua chegada oficial ao Brasil, basta mudar sua localização para os EUA temporariamente.

Resta saber quando o watchOS 5.1.2 chegará aos consumidores — considerando que já estamos na segunda beta do sistema, é possível que não demore muito.

Posts relacionados

Comentários