Como é usar um iPhone XS Max ou XR comprado na China, com dois chips físicos

Como vocês já estão carecas de saber, uma das boas novidades dos iPhones deste ano é suporte a Dual SIM. Explicamos aqui em detalhes como a tecnologia funciona, e já dá até para brincar com ela no Brasil pelos apps My Truphone ou GigSky — visto que, até o momento, nenhuma operadora nacional oferece suporte ao eSIM.

Mas alguns devem lembrar que, na China (mais precisamente na China continental, em Hong Kong e Macau), a Apple criou uma versão diferente dos iPhones com uma bandejinha dupla para chips — ou seja, lá eles não usam eSIM. Com um detalhe: apenas os iPhones XS Max e XR contam com essa bandeja dupla, o iPhone XS não.

iPhone XS Max chinês com bandeja dupla para SIM

Ou seja, considerando o alcance limitado da tecnologia eSIM não só no Brasil, mas em todo o mundo, os iPhones XS Max e XR chineses têm o grande diferencial de permitirem o uso do Dual SIM em qualquer lugar. Basta colocar os dois chips físicos na bandejinha, um em cima do outro.

A Apple provavelmente seguiu esse caminho na China porque sabe que, por lá, a tecnologia eSIM ainda deverá levar muitos anos até se tornar realidade. No resto do mundo, contudo, a implementação nos iPhones pode, ou melhor, já está acelerando a adoção dela por parte de operadoras. É a forma clássica da Apple de estimular a expansão de certas novidades tecnológicas.

Nosso leitor Bruno Boehm teve a felicidade de comprar um iPhone XS Max em Hong Kong e compartilhou conosco fotos e informações.

Como dá para ver pelas fotos acima, de um lado a bandejinha é parecida com a que conhecemos. Do outro, ela também tem espaço para um chip mas conta com uma “molinha” que o segura no lugar para facilitar que seja recolocada dentro do iPhone.

Com os dois Nano-SIMs inseridos no iPhone, aí o funcionamento do recurso é basicamente igual à quando o eSIM é ativado junto ao chip físico nos outros países.

iPhone XS Max chinês com bandeja dupla para SIM

No assistente inicial de configuração, o usuário define uma Etiqueta (nome) para cada linha e determina qual das duas será a padrão — isto é, a usada para o iMessage e a que será usada prioritariamente ao mandar SMSs ou fazer ligações. Você pode, individualmente, escolher a linha preferida para cada um dos seus contatos.

iPhone XS Max chinês com bandeja dupla para SIM

Obviamente, nenhum desses ajustes é definitivo. Posteriormente o usuário pode mudar o que quiser, como inverter as linhas, escolher qual será usada por padrão para chamadas de voz e qual das duas será usada para dados celulares. O bacana é que você pode até ativar uma função que alterna os dados celulares para a linha estiver sendo usada para voz.

Apesar dessa ótima vantagem dos iPhones XS Max/XR chineses, vale notar que os modelos vendidos por lá, assim como os americanos, não suportam a nossa banda 28 (700MHz APT). O 4G irá funcionar no Brasil, mas em alguns lugares o sinal poderá não ser muito bom e a ausência dessa banda impede o funcionamento do 4,5G.

A Apple dá todos os detalhes sobre o uso do Dual SIM com dois chips físicos nesse artigo de suporte.

Posts relacionados

Comentários