Só com a App Store, Netflix faturou US$790 milhões em 2018

O fim do ano está chegando e, com ele, todas as listas relembrando e/ou quantificando o desempenho da Apple e de seus produtos nas mais diferentes áreas. O Business Insider fez exatamente isso com um levantamento completo dos aplicativos que mais geraram receita na App Store em 2018 — e os resultados são embasbacantes.

Como era de se esperar, quem mais ganhou dinheiro com a App Store (e gerou dinheiro para a Apple no processo) em 2018 foram os apps que funcionam à base de assinaturas. Nossa velha amiga Netflix foi a campeã disparada do ano, obtendo uma receita de quase US$800 milhões só com a loja de aplicativos da Maçã — e olha que a parcela de usuários da plataforma que a assina pelo iOS não é das maiores.

Uma presença nova na lista é a do YouTube, que em 2018 passou a oferecer seus serviços pagos — o YouTube Premium e o YouTube Music Premium; que em poucos meses a plataforma do Google tenha escalado para o topo dos aplicativos mais rentáveis da App Store é um testemunho de como a estratégia da gigante de Mountain View deu certo.

Tirando outros velhos conhecidos, como o Tinder e o Pandora, a lista tem uma presença fortíssima de serviços chineses — o que só demonstra o poder do mercado consumidor no país da Muralha e dá um bom exemplo do porquê de a Apple estar tão interessada em manter as boas relações comerciais com Pequim.

Eis os dez aplicativos mais rentáveis da App Store em 2018:

  1. Netflix – US$790,2 milhões
  2. Tencent Video – US$490 milhões
  3. Tinder – US$462,2 milhões
  4. iQiyi – US$420,5 milhões
  5. Kwai – US$264,5 milhões
  6. YouTube – US$244,2 milhões
  7. Pandora – US$225,7 milhões
  8. Youku – US$192,9 milhões
  9. QQ – US$159,7 milhões
  10. Hulu – US$132,6 milhões

Quem diria que aquela pequena lojinha chegaria tão longe…

via 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários