Garotinho de quatro anos usa Siri para chamar uma ambulância para a mãe

Histórias em que a Siri desempenha um papel importante no salvamento ou na ajuda de uma pessoa em situação em risco já não são nenhuma novidade, mas essa aqui merece a menção pela esperteza de um garotinho de apenas quatro anos.

Como informou a BBC, tudo aconteceu no condado de Pembrokeshire, no sudoeste do País de Gales. Beau Austin estava em casa somente com sua mãe, Jess, que tinha tomado uma medicação contra enjoo por conta da sua gravidez. Os efeitos colaterais do remédio fizeram Jess desmaiar, o que poderia causar efeitos mais graves nela e no bebê caso nada fosse feito — e foi aí que o pequeno Beau e a Siri entraram em ação.

O garotinho, que adora “conversar” com a assistente digital e já tinha visto uma situação parecida na TV, pediu que a Siri ligasse para os serviços de emergência locais e falou com o operador Ashley Page. “Minha mãe está doente”, disse Beau, que confirmou sua idade e que estava sozinho em casa com a mãe.

Jess conseguiu recobrar a consciência por tempo o suficiente para indicar o endereço preciso ao operador e, logo em seguida, desmaiou novamente. Page, então, ficou na linha com Beau, instruindo-o sobre como tentar manter sua mãe acordada, enquanto uma ambulância se dirigia até o local. No fim das contas, Jess foi medicada e tudo ficou bem.

O pequeno Beau, por sua vez, foi muito elogiado por sua mãe e por Page, ganhando um atestado de coragem do serviço de emergências do País de Gales — e ele parece bem feliz com isso:

Beau Austin, garotinho que usou a Siri para chamar uma ambulância para a mãe

Aparentemente ter uma certa destreza com os equipamentos tecnológicos não é de todo ruim, não é verdade? Muito bem, Beau!

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários

7 comments

  1. Uma coisa que todo pai deveria fazer é ensinar o filho qual o seu nome, o endereço de casa e telefone de emergencia. A não sei que ele se chame Jhartchankeulamar e vocês morem na rua Pindamonhangaba, ai será mais fácil ensinar ele a mandar um Tweet.

  2. Já ensinei minha filha, e ela ainda vai ligar mãe que irá me rastrear via “buscar”. Ela sabe o endereço, nome completo etc. sempre quando estamos no carro, falo com ela que se eu desmaiar, liga pra mamãe

Deixe uma resposta