Companhias chinesas boicotam a Apple em ajuda à Huawei

Não bastassem as batalhas que a Apple vêm travando na China, agora algumas companhias de lá querem boicotar a gigante de Cupertino após a diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, ter sido detida no Canadá, no começo deste mês.

Além de CFO1 da Huawei, Wanzhou (que poderá ser extraditada para os Estados Unidos) também é filha do fundador da empresa, Ren Zhengfei. De acordo com o relatório da Reuters, a fabricante chinesa é investigada desde 2016 por supostamente enviar produtos americanos para o Irã, violando leis de exportação e sanções americanas.

Em resposta à ação dos EUA, o Nikkei informou que empresas chinesas estão oferecendo subsídios para a compra de dispositivos da Huawei e exigindo que seus funcionários não comprem nenhum produto da Apple. Além disso, mais de 20 companhias chinesas informaram que vão aumentar as compras de outros produtos da Huawei para uso empresarial.

Entre as medidas adotadas pelas empresas chinesas, algumas companhias, como a Shanghai Youluoke Electronic Technology, estão oferecendo até dois smartphones da Huawei gratuitamente para seus funcionários, enquanto a Fuchun Technology está pagando até ¥5002 (cerca de US$72) após a comprovação da compra.

Em casos mais sérios, algumas companhias ameaçaram confiscar iPhones de funcionários e reter o valor do bônus correspondente ao preço do dispositivo da Apple, como a Shenzhen Yuheng Technology.

Como dissemos, a Apple tem enfrentado alguns problemas em território chinês; além da guerra comercial entre EUA e China (que está na fase do “cessar-fogo” pelos próximos três meses), a Maçã ainda tem que se preocupar com as exigências da Qualcomm, que tem o aval do tribunal chinês para banir certos modelos de iPhone do país.

São tempos difíceis para a empresa, tanto no Oriente quanto aqui no Ocidente.

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários

53 comments

  1. Mas só a China permite essas bizarrices que seriam proibidas em qualquer país democrático:

    “Em casos mais sérios, algumas companhias ameaçaram confiscar iPhones de funcionários e reter o valor do bônus correspondente ao preço do dispositivo da Apple, como a Shenzhen Yuheng Technology”

  2. Está na hora de a Apple baixar o nariz e reconhecer de vez as dificuldades de venda e a alta dos preços dos iPhones no mundo inteiro (inclusive no Brasil).

  3. A excessiva interferência do Trump na economia, com a intenção de valorizar a industria, aos poucos vai minando as próprias empresas americanas. Ele promove o desequilíbrio e instabilidade com as sobretaxas, mas é orgulhoso demais para assumir que grande parte da produção americana depende da China, tanto como fornecedor e quanto comprador. Tudo o que acontece, no fundo é algum tipo de retaliação ao que o Trump faz.

  4. Nunca gostei da figura do Trump, muito antes de ele sequer pensar em ser político, mas não o culpo diretamente por esta questão, embora não duvide dado seu histórico protecionista. Se a Huawei está vendendo equipamentos ao Irã, isso é um problema jurídico para ela nos EUA e ela sabe disto… Ainda assim, acho injusto. A Huawei não produz em solo estadunidense, que eu saiba, também não é uma empresa de lá. Pensei que as sanções só se aplicassem a empresas sediadas nos EUA ou produtos que fossem produzidos por lá… E também pensei que as punições ficassem restritas a embargo financeiro às empresas infratoras… E ainda tem a questão do Canadá envolvido na detenção da executiva. A prisão dela é como usar granadas para matar ratos, na minha opinião…

  5. Acho que estou sendo ingênuo, mas torço pra que a Apple tenha tanta dificuldade com a China que busque compensar a perda de receita voltando suas atenções pra outros países — cof cor BRASIL cof cof!

  6. Nunca mais vi um de seus defensores latindo por essas bandas. O estrago que ele vem fazendo terá grandes proporções nos próximos anos.

  7. Não perca tempo, se mude para a “linda, maravilhosa e socialista” Venezuela, lá sim, os tempos estão sombrios e nunca vi os esquerdistas darem um piu.

  8. O começo do fim. Isso acontece com todas as empresas. Ou pelo menos de um período de baixa. Nem sempre a legislação, as leis a economia toda cadeia de suprimentos, a inovação estão bem alinhados.

  9. A sanção impede a comercialização de produtos inclusive que tenham patente americana.
    Se ela fabricar um equipamento que use uma patente americana e comercializa-lo com o Irã , já estará descumprindo o embargo.
    Questão bem complicada.

  10. Mas só a China permite essas bizarrices que seriam proibidas em qualquer país democrático:

    “Em casos mais sérios, algumas companhias ameaçaram confiscar iPhones de funcionários e reter o valor do bônus correspondente ao preço do dispositivo da Apple, como a Shenzhen Yuheng Technology”

  11. As sanções são para produtos produzidos por empresas americanas. Mas isso vale também para tecnologias americanas.
    Como fabricante de equipamentos de telecomunicações, muita coisa é licenciada. Os roteadores (onde a Huawei é muito forte) tem tecnologia da Cisco, por exemplo. Os equipamentos de rede de telefonia celular possui tecnologia da Qualcomm, Motorola, Tellabs e muitas outras. Isso se não formos discutir os processadores utilizados nas centrais (pelo menos a gerência das centrais é x86 rodando Intel).
    Pelo mesmo motivo a Airbus não vende aviões para o Irã. É um projeto Europeu, fabricado na Europa com alguns equipamentos com tecnologia Americana.
    Mas até o momento não vi em nenhum lugar os USA apresentando um prova de que a Huawei infringiu as sanções.

  12. Acho que a China não está com essa bola toda. Eles esquecem que existe o mercado europeu, aceania, africa, oriente médio, latino americano e restante da asia. E se a gente somar todos juntos acaba sendo maior que a China. E tem risco de perderem feio com essa retaliação besta, pois muitas fábricas chinesas estão cogitando de sairem do país. E bem me lembro que crescimento da china se deve boa parte por empresas estrangeiras fabricarem o seus produtos na china. Como vão continuar a crescer sem essas fabricas? Como irão empregar milhões de desempregados, depois dessas fabricas forem embora? Às atitudes infantis de Pequim são na verdade desespero. Pequim está bem próximo de uma crise.

  13. Entendi. O embargo é mais amplo do que eu imaginava. Mas continuo não concordando com a forma da punição. Deveria ser puramente comercial, entretanto, o departamento jurídico da Huawei, se realmente estiver vendendo ao Irã, sabe muito bem das consequências. Não existe grande infrator que não saiba que o que faz é errado. Eles apenas avaliam se terão mais perdas ou ganhos com o ato praticado.

  14. Você subestima a China… Todas as grandes empresas investem la porque é um grande mercado (gigante na verdade) e em expansão. Os chineses vem sustentando boa parte da industria de luxo, por exemplo. Este boicote não é nada legal para a Apple. Sobre as suas indagações pro futuro chinês, o plano é mudar a China de país que exporta tecnologia pra país que produz tecnologia, ao mesmo passo em que se organiza uma distribuição de renda e fortalecimento do mercado interno. Ou seja, os chineses buscam escapar da armadilha da renda média, da qual nós brasileiros não escapamos.

  15. Na nova constituição cubana aprovada essa semana, se reconhece a propriedade privada. Acabou o comunismo por lá então segundo a sua lógica?

  16. Falei de Venezuela e não Cuba. Pra acabar com o comunismo ele teria que ter existido. Se atenha aos conceitos pra não falar besteira.

  17. Apesar do Bolsonaro falar muito do Trump, vejo ele com muito menos protecionismo que o topete loiro. A principal filosofia que ele pregou era a liberdade comercial, inclusive a de Guedes. Isso é totalmente diferente do que Trump faz lá.

  18. Sinto muito em lhe dizer, mas vc esta enganado! China esta com a faca e queijo na mão, como o amigo abaixo disse, ela que tem sustentado boa parte do mercado e suas inovações atualmente, digo isso pois estive lá ha 3 meses e as coisas que vi só me mostram que eles estão há quase uma década a frente do EUA, enfim! Infelizmente hoje a China pode se dar a esse luxo de mandar o EUA a merda, mas não o faz pq ela sempre esta de olho em crescer cada vez mais pois ela sabe que tem muito mercado no EUA, já o EUA ou melhor, Trump anda fazendo umas merdas por lá

  19. Essas atitudes pra mim só criam o gostinho mais saboroso do proibido aumentando a vontade de ter um apple pra que vive em torno desses funcionários.

  20. Q o Trump tem culpa nisso? A empresa vendia material estratégico dos EUA pra grupos terroristas do Iran. E a culpa do Trump?
    Trump ta indo mal, da olhado na taxa de desemprego e crescimento ecnomico dos EUA.

  21. Porque os EUA mandaram prender a diretora da HUAWEI e a APPLE foi processada e descumpriu a ordem que proibia a venda de iphones.
    Aí algumas empresas chinesas criaram essas proibições.

  22. HAHAHAHA tem um dos defensores dele (o mais “latidor” diga-se de passagem) que anda beeeeeem pianinho por aqui. É até um alívio…

  23. Ao mesmo tempo que cruza os bracinhos e faz birrinha que nem criança quando tem seus pedidos negados. Enquanto isso seus asseclas vão sendo presos. Pena que quando ele deixar a cadeira, vai ficar o rastro de destruição… a lama que vc citou.

Deixe uma resposta