Homem recupera carro roubado com ajudinha do Buscar iPhone

Histórias de pessoas que recuperam seus iPhones roubados com uma mãozinha do recurso Buscar iPhone (Find My iPhone) já não são exatamente uma novidade. Esse caso que contaremos agora, entretanto, é diferente: Chase Richardson usou a ferramenta não só para recuperar seu smartphone, como seu carro e todos os seus outros pertences.

Como contou o NewsChannel 5, a história aconteceu na última quarta-feira (26/12), em Nashville (Estados Unidos). Richardson estava indo para o trabalho, à noite, quando foi abordado por um bandido com uma arma enquanto aguardava para entrar num cruzamento. O malfeitor, Phillip Pickett, ordenou que Richardson saísse do carro e deitasse no chão, orientação que foi prontamente atendida — mas não antes de a vítima convenientemente deixar seu iPhone (que na verdade pertence à empresa em que ele trabalha) no console central do carro, com o Buscar iPhone ligado.

Antes de partir, o bandido ainda fez com que Richardson lhe entregasse sua carteira e celular pessoal — ou seja, basicamente a vida digital inteira dele estava naquele carro. Sabendo disso, o rapaz correu para a farmácia mais próxima e ligou para a polícia, que conseguiu rastrear o carro roubado em tempo real com o Buscar iPhone.

A perseguição que se seguiu envolveu carros da polícia e até mesmo um helicóptero. Menos de uma hora após o roubo, Pickett foi capturado e preso — ele já tinha ficha criminal por crimes similares anteriormente e foi acusado de assalto qualificado, porte ilegal de arma e tentativa de resistência à prisão.

Richardson, por sua vez, recebeu seu carro, seus aparelhos e sua carteira de volta. Tudo terminou bem. Que bom, não?

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários

14 comments

  1. No Brasil, o “coitado” do bandido seria solto depois de um tempo pelo ministro do STF para não se revoltar na cadeia… porque indulto é ‘tradição’.

  2. Experimenta ir na polícia falando que tem como rastrear o celular para ver se os “cansados” tiram a bunda da cadeira

  3. Aconteceu o mesmo comigo na Zona Sul do Rio de Janeiro. Após ser retirado de meu carro na calçada de um prédio durante desembarque da minha esposa, eles levaram o carro e meu iPhone. A grande questão que se seguiu de diferente foi que não teve perseguição policial: o carro foi localizado dentro de um local “não acessado pela polícia”… já imaginam né? A que ponto chegamos…

  4. Aconteceu parecido comigo, no RJ. Fui na delegacia, mostrei no próprio computador do local onde estava meu carro + iPhone, a polícia disse que não iria ao local por ser perigoso (detalhe, a 3 Km da minha casa, em uma rua de apartamentos e casas). Enfim, serviço lindo e maravilhoso, só pra gringo ver (e usar) Aqui no Brasil, não serve pra nada.

  5. Para rastrear não precisa de autenticação de 2 fatores. Só a senha. (A opção de rastrear aparece embaixo da solicitação de 2 fatores).

  6. Roubaram o iphone do meu cunhado em um show, ele usou o icloud pra achar o celular e foi achar ele num buraco junto com um monte de outros celulares. O bandido se fudeu

  7. Aí pergunto, como conseguiram rastrear? Se você acessar sua conta de outro computador ele vai pedir aquela autenticação de 2 fatores, não? Nesses casos assim, como procedem?

  8. Minha esposa teve o celular roubado há um ano em São Paulo. Fomos para a delegacia fazer o boletim de ocorrência. Estávamos com a última localização do celular identificada pelo buscar iPhone (era a Cracolândia). O funcionário da polícia ignorou completamente a informação e não deixou colocar no BO. Óbvio que nunca recuperamos o aparelho.

Deixe uma resposta