Jony Ive fala sobre influências e Apple Park com o designer japonês Naoto Fukasawa

Eis aqui um prato cheio para qualquer profissional ou entusiasta do mundo do design: uma conversa entre dois dos nomes mais influentes do ramo no mundo, na qual os profissionais falam sobre seus principais trabalhos, influências, perspectivas para o futuro e muito mais. Parece incrível, não? Pois foi justamente o que fez a revista AXIS com ninguém menos que Jony Ive e o designer japonês Naoto Fukasawa.

Os dois designers têm uma história em conjunto: em 1996, eles colaboraram na criação do Twentieth Anniversary Macintosh, uma edição especial do Mac feita para comemorar os 20 anos da Apple — com uma etiqueta de módicos US$7.500, ele obviamente não vendeu quase nada, mas tornou-se objeto de influência para toda a geração seguinte de computadores tudo-em-um.

Outro ponto de interseção nas carreiras de Ive e Fukasawa está no Apple Park: o megalomaníaco campus da Apple tem milhões de cadeiras Hiroshima, projetadas pelo designer japonês em 2010, nas suas áreas comuns e no café do seu Centro de Visitantes. As icônicas peças de mobiliário também estão presentes nas Boardrooms, as salas de reunião de várias das lojas mais recentes da Maçã — que, como bem se sabe, têm seu design comandado justamente por Ive.

Cadeiras Hiroshima na cafeteria do Centro de Visitantes do Apple Park

Falando em Apple Park, Ive explicou ao colega um pouco mais sobre a filosofia do campus. Segundo ele, a ideia de criar um espaço primordialmente horizontal veio para conectar pessoas com outras pessoas e o espaço exterior (método também adotado nas novas Apple Stores, aliás). Como vários dos espaços da “nave espacial” são repetidos num padrão ao longo do círculo, a equipe de design da Apple conseguiu construir protótipos em tempo real para “sentir” o que estava criando antes de transmitir as ideias para a Foster + Partners, o escritório de arquitetura responsável pelo projeto.

Fukasawa, por sua vez, comentou o impacto da Apple no mundo do design em geral e nos padrões estritos estabelecidos pela Maçã:

Eu não acho que o papel do designer em si tenha mudado muito. Mas vocês mudaram os padrões. Por exemplo, antes nosso padrão de precisão estava num raio de 0,3mm, mas vocês mudaram para 0mm. E agora nós temos que seguir o que vocês fizeram.

Ou seja, a relação é quase de uma “competição saudável” em que todos tentam avançar um pouco mais e os outros têm de se adequar. O que é curioso, considerando que uma criação anterior de Fukasawa é um dos itens com maior significado para Ive e sua equipe de design: o CD Player de parede criado pelo designer para a MUJI nos anos 1990.

CD Player de parede da MUJI

Ive compartilhou as seguintes palavras sobre o objeto:

O CD Player de parede de Naoto para a MUJI foi um produto muito ressonante e significante para muita gente, incluindo nós enquanto equipe de design. Era uma coisa curiosa porque era uma celebração da mídia em si (o CD).

A conversa completa entre Ive e Fukasawa estará disponível na edição de fevereiro de 2019 da AXIS, em japonês e versão traduzida para o inglês. Bacana, não?

via 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários