Tim Cook reconhece vendas baixas de iPhones em carta para investidores

Não é de hoje que se fala do suposto desempenho decepcionante dos novos iPhones no mercado. Bom, agora não é mais “suposto”: ninguém menos que Tim Cook em pessoa declarou aos investidores da Apple que “as vendas mais baixas de iPhones” causaram impacto nas finanças da empresa — e assim deverão continuar ao menos ao longo dos próximos meses.

A declaração veio em uma carta aos investidores, publicada agora há pouco no site da empresa, na qual Cook revisa as previsões realizadas na última conferência de resultados financeiros. Notavelmente, a Apple reduziu significativamente sua previsão de receita para o primeiro trimestre fiscal de 2019 — em novembro, a empresa tinha previsto uma receita entre US$89 e US$93 bilhões para o período; agora, essa estimativa está nos US$84 bilhões.

Outros números importantes permanecem estáveis: a empresa ainda prevê uma margem bruta de aproximadamente 38%, gastos operacionais de cerca de US$8,7 bilhões e uma taxa de impostos de aproximadamente 16,5%. O índice de receitas/(despesas) também subiu consideravelmente entre as previsões de novembro e as atualizadas, de US$300 milhões para aproximadamente US$550 milhões.

Cook lembra que esses números são apenas previsões e os resultados definitivos serão divulgados somente no fim do mês — mais precisamente, no dia 29 de janeiro, uma terça-feira, às 20h (pelo horário de verão de Brasília) —, mas a empresa achou salutar divulgar essas informações preliminares aos investidores.

O CEO aponta uma série de fatores para a queda nas receitas, focados especialmente no iPhone. Entre eles, Cook fala da estratégia de lançamento diferente de 2018 (quando os iPhones mais caros foram lançados primeiro, deixando o modelo mais acessível — o XR — por último), do fortalecimento do dólar que fez os preços dos smartphones subirem em mercados estrangeiros e de desafios inesperados em mercados emergentes, como a China — país que mais contribuiu para a queda da receita proveniente do iPhone.

“Esses e outros fatores resultaram em menos upgrades de iPhones do que nós tínhamos previsto”, escreveu o CEO.

Alguns pontos da carta de Cook chamam a atenção: dentre os motivos para justificar a queda na demanda por iPhones, o executivo citou o programa de troca de baterias a preços reduzidos — segundo ele, os consumidores “tiraram vantagem” da iniciativa para trocar apenas as baterias dos seus dispositivos e não os aparelhos como um todo. A declaração, claro, não pegou bem.

Não sei se Cook devia ter listado isso como um motivo para vendas de iPhones abaixo do esperado. Soa como se a forma antiga de lidar com a degradação das baterias era proposital para fazer as pessoas comprarem aparelhos novos.

Mesmo com a queda na previsão da receita, Cook apontou vários resultados positivos recentes da Apple. Ele citou a base de dispositivos ativos da Maçã, que atingiu um novo recorde com mais de 100 milhões de ativações nos últimos 12 meses; as receitas “desconsiderando o iPhone” com um crescimento de 19% na comparação ano a ano e a popularidade dos dispositivos vestíveis e do segmento de serviço também foram listadas.

Para ficar claro, esse ainda será o segundo maior trimestre da Apple de todos os tempos. A Apple é uma geradora enorme de receita e lucro, e continuará assim por muitos anos.

Tudo isso é notável porque é sobre o iPhone, e aparentemente porque até a Apple foi pega de surpresa.

Dito isso, o iPhone ainda é o motor de lucro e crescimento da Apple, responsável por quase dois terços das operações financeiras da empresa. Quando o iPhone cai, portanto, a companhia como um todo cai. E como caiu: minutos após a publicação da carta, a $AAPL caíram cerca de 7%; no momento, pós-fechamento dos pregões de hoje da NASDAQ, cada ação está avaliada em US$146,50.

Cook já falou um pouco à CNBC:

Fica aberta, agora, a temporada de especulações para como Cook e a empresa reagirão à tempestade. A carta de hoje é basicamente uma admissão de que a estratégia de jogar os preços de iPhones nas alturas não está dando certo, e vai ser interessante ver quais serão as próximas jogadas de Cupertino para reverter esse cenário. Opiniões?

Posts relacionados

Comentários

123 comments

  1. Comecei abandonando o MacBook e troquei por um Dell depois que a própria Apple me mandou procurar uma empresa “não autorizada” para verificar um problema no meu equipamento. Fora da garantia, claro, mas eu queria que ELES botassem a mão ou uma autorizada. Ai broxei…enfim…

  2. MacBook passou 3 anos de lançado, esquece… Tenho um Retina 13″ Late 2013 que me atende super, mas super bem, mas esse ano eu vou vender e pegar um mais novo, pq seja pelo custo de peças ou pela “idade” no dia que ele quebrar, já era, o reparo vai ficar inviável.

  3. Na BF vc conseguia pegar um S9 por uns R$2400, em 12x sem juros, e sem dar nada em troca e sem depender de finalidade de plano… um S8 q ainda eh um bom celular saia por uns R$1.600

  4. Quanto está um iPhone Xs 256GB no Paraguai? Duvido que saia menos de 5000 reais, oq já é absurdo por um aparelho importado. E se você for comprar na Europa não é difícil achar por mais de 6k.

    Enfim, independente disso, a proporção do preço entre um iPhone 7 e um Xs vai ser basicamente a mesma.

  5. Acho que você está confundido obsolescência programada provocada com tempo de disponibilidade de atualização, de fato a Apple e a Xiaomi são campeãs em disponibilizar atualizações para aparelhos antigos, porém a Apple cobra um custo altíssimo aos consumidores para atualizar seus dispositivos , diminuindo performance do aparelho ou da bateria, custos esses que não vemos na Xiaomi por exemplo. Quanto as marcas que atualizam pouco seus dispositivos: há uma tendencia de manutenção da performance geral do aparelho, não me lembro, enquanto estava usando o Galaxy S7 Edge de uma atualização com queda brusca e visível de performance pós update como vi no Iphone 7 Plus. A verdade é que se você deseja durabilidade do seu iPhone basta não atualizar para a versão do iOS lançada no ano posterior ao do seu iPhone. Todos sabem, mas não admitem: não adianta um chip A12 Bionic com recorde de pontos, no ano seguinte o seu aparelho, se atualizado, não terá a mesma performance. Sem levar em consideração o preço cobrado, que tornaria obrigatória uma excelente performance por no minimo uns 4 anos, estamos falando de um celular que chega a 10 mil reais no Brasil.

  6. A tela de um iphone 5s custa 1600 na autorizada ahhahaha ta mais caro que o iphone completo 3 gerações a frente ahhaha

  7. Afunilando, o neoliberalismos globalizado está mostrando sinais de fraqueza. O capitalismo sempre se reinventa tentando se sustentar

  8. Quando utilizo o aplicativo da câmera, o iPhone X está esquentando demais, ainda mais no modo retrato, está horrível. Estou pensando seriamente em migrar para o S10 muito em breve.

  9. Um caso curioso (e ridículo), peça para “trocar” a bateria dos AirPods ou da case do mesmo e se espante notando que é mais viável comprar um novo no ML.

  10. Cara sou desenvolvedor para ambas plataformas, tenho um studio de desenvolvimento que faz Apps para Multinacionais, e o que eu mais me deparo são com performance de ambas plataformas. Sou mamífero, mas não sou ignorante.

  11. a frente do iphone continuou a mesma por anos até a chegada do X, não me espanta se continuar com o notch por mais um tempo, normalmente eles mudam a câmera de lugar para falar que o aparelho é novo.

  12. André. Preço é relativo. Se você inova, você pode cobrar mais caro. Hoje a única inovação do iPhone é o FaceID. E ele nem de longe justifica cobrar os US$1000 que estão sendo cobrados.
    O cliente olha as fotos impressionantes que o Pixel 3 com o night sight tira e a camera tripla do Mate20 e fala. “Bem, por essas cameras TOP eu economizo 100 a 200 dólares e desbloqueio o telefone com o dedo”.

  13. Sim, Doug, são dados meio óbvios na realidade. Joguei uma possibilidade no ar levando em conta “um cenário ideal/imaginário”.

  14. Isso seria lindo e provavelmente servirá de estratégia de marketing pra próxima escorregada brusca que eles derem.

  15. Pra mim o notch é o menor dos problemas, agora a falta de novos recursos e o preço absurdo é que estão matando os iPhones.

  16. Pagar 5k em um aparelho sem 3D Touch nem câmera dupla é complicado. Não só pela utilidade desses recursos, mas pela economia besta que a Apple fez apenas para diferenciá-lo dos modelos mais caros.

  17. Ela tem que por na balança se vale a pena cobrar 1500 dólares por um iPhone ou se é melhor cobrar menos e voltar a valer um trilhão.

    Tenho certeza que ficar perdendo valor de mercado a todo instante não é algo bom ….

  18. problema destas vendas é o preço, somente isso, pois os aparelhos são bons, espero que chegue a hora da Apple rever todos os seus preços.

  19. Quase 10% de queda na bolsa…

    Daqui a pouco está com valor de mercado menor que a CCE. Microsoft já abriu quase 100bi de vantagem.

  20. A Apple aumentou o preço do iPhone a cada ano, mas o consumidor chegou no limite. Não existe vantagem em pagar tão caro num aparelho.

  21. Meu primeiro produto da Apple foi um Macbook (White) Early 2008. Ainda funciona, para fazer coisas úteis. Depois, tive um iPod Nano, um iPhone 4S, um iPhone 5S de quase 5 anos de uso e hoje receberei um iPhone 8. Também uso os serviços do iCloud e Apple Music. E o que eu vejo nesses últimos anos, especialmente depois que o Cook virou CEO? Os preços de hardware da Apple não param de disparar, e por conta de “recursos” que não fazem o menor sentido.

    Ao comparar o iPhone Xr com o iPhone 8, para aposentar meu idoso 5S, não encontrei nada que justificasse pagar uma bagatela a mais. Nada mesmo. Na verdade, a única coisa que me faria pagar mais por outro modelo seria a câmera dupla, mas mesmo assim eu ficaria com o iPhone 8 Plus. Olhem para o iOS 12. O que ele trouxe de novo e importante? Quase nada! E o que é, funciona até no meu 5S. A Apple investe rios de dinheiro investindo em memojis enquanto nem o compartilhamento de fotos pelo iCloud funciona. Por falar em iCloud, ele é tão capenga, depois de tantos anos, que só o utilizo porque isso permite o backup automático.

    Quanto aos notebooks, acredito que só os muito aficionados topam pagar a fortuna pela qual eles são vendidos no Brasil. Não que um dia eles tenham sido baratos, mas antigamente a diferença entre um Macbook e um bom notebook Windows não era na casa de 2 para 1, como é hoje, quando o Macbook Air mais baratinho, com SSD de 128GB, custa o dobro do que qualquer bom notebook de fabricantes sérias.

    O que me parece é que a Apple entrou em um mundinho em que só pessoas ricas usam seus produtos, como uma questão de status, e não precisa mais ser uma empresa de vanguarda, que desenvolva coisas relevantes e dentro de um pacote que caiba no bolso das pessoas. É como se todo o faturamento da empresa não viesse de pessoas que tem sim um certo poder aquisitivo, mas que não estão dispostas a pagar o equivalente a um mês inteiro de salário em um telefone. Eu particularmente, não pago. Prefiro comprar usado ou de geração anterior, e, em último caso, deixar a Apple, como fiz quando precisei atualizar meu notebook.

    E antes que alguém possa ponderar que os valores de outras fabricantes também é desmedido, um Galaxy S9 está R$ 1.500,00 mais barato que o iPhone Xr (preços das lojas dos fabricantes). Deixando de lado todo o mimimi, paixões e ódios de uns e de outros, apesar de eu considerar ambos os valores abusivos, essa não é uma diferença qualquer. A coisa piora se colocarmos outros fabricantes em jogo.

    Torço para a Apple aprenda de verdade com tudo isso e possa voltar a ser aquela empresa que fabricava produtos que todos sonhávamos em ter, com uma experiência inigualável, aquele ar de outrora. Se continuar nesse rumo, ela vai ser aquela empresa que fabrica sonhos impossíveis, e até sua própria existência vai passar a ser impossível.

  22. Estou só pensando, no ano que vem.
    Será que vão manter no mesmo patamar de preços (e consequentemente continuar perdendo receita e clientes) ou vão diminuir (e assumir que achavam que o mundo pagaria o que quisesse por um iphone)?

    Sigam as apostas.

  23. Basta ver esse ano o que a Apple mostrou no iPhone XS/XR e o que as outras apresentaram. Vemos o Google e a Huawei com verdadeiras inovações (camera tripla e night sight) por preços mais baixos que da Apple.
    Vemos Pocophone a 350 dollares com performance de iPhone X.
    Vemos o OnePlus 6T com o sensor no vidro
    Vemos o Galaxy Note 9/S9 custando quase metade do iPhone XS no Brasil.
    Ou seja, realmente está totalmente impossível justificar a Apple.

  24. Eu to achando e bom esse choque de realidade pra apple ver que consumidor não e palhaço , pode cair mais que ta pouco.

  25. Se a Apple Brasil olhasse o macmagazine e visse que um veículo especializado, onde a 4-5 anos atrás tinha fãs fiéis que defendiam a marca a qualquer custo, e hoje nem os fãs defendem mais e são os que mais criticam, se eles realmente se importassem, mudariam essa política de preço para uma flexibilização do lucro de acordo com O mercado, querer o mesmo lucro que dos eua num mercado com um PIB menor é dar um tiro no pé, não só no iPhone, mas os macs estão uma piada, 11k num notebook básico sem nem gpu.
    E não adianta eles ficarem querendo jogar a culpa nos impostos como sempre, nos sabemos que temos impostos mas também sabemos que ele não é calculado pelo preço de varejo, e também vimos que um celular da concorrente que custa o mesmo valor ou 100 dólares a menos chega custando 1/3 aqui. A Apple tem que perceber que os eua é só uma parte do mundo.

  26. O problema é que uma cicatriz disso já ficou. Muitos trocaram seus aparelhos por outras marcas (eu fui um deles), e agora a Apple terá que ralar, e muito, para “compensar” isso e trazer essas pessoas de volta. Mesmo que o iPhone XS Max 512Gb caísse pra 1000 Trumps, eu ainda não iria arrumar um. Não me arrependo nem um pouco de ter pulado pro outro lado.

  27. Os acionistas da Apple “tão nem aí “ para o Brasil, mas o ‘Tio’ Cook podia mencionar que por aqui a Samsung vende seu mobile top por 1/3 do preço do iPhone. Pode gerarda?

  28. A política de preços da Apple é completamente furada e a levará ao fracasso. Ela só pensa na mercado norte-americano e todos os outros têm que dar o mesmo lucro que lá. Se lá lucram 500 dólares por iPhone, querem lucrar o mesmo aqui. Isso não existe. Pode ver qualquer marca de luxo, como Louis Vuitton, Prada. O preço nos EUA é o mesmo daqui, fazendo a conversão, e ainda se paga em 12x. Pra Apple o preço aqui é 10x mais. E deve ser assim no mundo todo. Tá na hora de pensar em ter lucros diferentes, ou até prejuízos, pra conquistar o mercado.

  29. Tim Cook ja era, devia ser substituido, so fazendo cagada agora no comando, so foca em lucro, nao pensa nos consumidores!

  30. Como assim Cook!? Quer dizer que a falta da obsolescência programada atravez das baterias atrapalhou a Apple!? Aproveita e abaixa os preços de reparos dos produtos, que é outra forma da Apple obrigar as pessoas a comprarem produtos novos.

  31. A Apple não coloca um carregador de 10w na caixa que todo mundo usaria alegando custos, mas me coloca uma recarga sem fio horrível que ninguém usa, vai entender, e fora que o iOS parou no tempo, os iPhones sem novidades de Hardware, os software da Apple estão horríveis vide o Arquivos que até uma criança faz melhor, preço dos reparos da pra comprar um celular novo, e o Cook ainda diz que todos os dias acorda mais cedo para ler as opniões dos usuários…

  32. 1500 dólares em um iPhone quando se encontra Impala 2012 por $3000 nos EUA, ate pra eles está demais.
    misericórdia Apple.

  33. Acho impressionante o nível de risco que uma empresa do tamanho da Apple se propõe a correr. Qualquer estudante minimamente formado sabe que quem define preço é o mercado e não o mercador. Mexer no preço de um produto que já possuía valor alto e querer que mercados emergentes paguem essa conta, é de um amadorismo inexplicável. Esse tipo de burrice não pode ser cometida nem por uma padaria, com todo respeito a esse negócio, claro.

  34. Essa informação sobre a bateria, que foi destacada no texto, foi uma bola fora dele, mas uma prática que a Apple adota para incentivar a troca agressiva por um modelo mais novo.
    E eu vou além disso. A impossibilidade de fazer downgrade do iOS é outra prática da Apple que implica em fazer o usuário trocar o iPhone por um mais novo, haja vista a lentidão absurda que é usar um iPhone 6 com iOS atual. Nem vou citar o iPhone 5S que no iOS 10 já era caso perdido.
    Pega um dono de iPhone 7 (nem vou colocar o 8 pq ai é demais) e manda ele usar um iPhone 6 hj em dia pra ver…

  35. Creio que a Apple enxergou uma possibilidade boa quando começou a ter uma margem de lucro cada vez maior com o Plus, já que o preço médio por iPhone vendido subiu muito. Antes começávamos em U$649 e íamos até U$849, com os 3 tamanhos de memória interna. Com o Plus bateu na casa dos U$949 e ela viu que ainda sim vendia, provavelmente ganhando espaço dos antigos Phablets. Disso para ultrapassar a casa dos U$1000 foi um pulo. No entanto, esqueceu de mercados como o nosso. Conheço quem atualizava anualmente e simplesmente desistiu de acompanhar. Agora fica como eu, com um aparelho antigo, sem tanto valor de mercado, e cada vez mais desanimado de fazer um upgrade de alguns milhares de reais

  36. Reduzir o preço em 100uss! Dar um bônus de 5gb no iCloud para quem comprou antes o XS e XR! E neste lançar um modelo só com preço matador!

  37. Quem ainda duvidar da interferência da Apple na obsolescia programada de seus produtos, após esta carta, merece ficar 3 dias acampado em uma fila para pagar 2 mil dólares em um celular. Não é possível que não enxerguem o obvio.

  38. Tudo começou qdo confirmaram q lançariam um ios12 sem novidades, focado só em melhorias… pra mim, um tiro no pé essa declaração de q o sistema não estava filé como, no minimo, sempre se esperou da Apple… dai pra frente a galera só reclamou de TUDO, com razão!!

  39. Sou apaixonado por Apple, mas confesso que perdi o tesão de 01 ou 02 anos pra cá. Tenho um iPhone 7 128 e confesso estou pensando seriamente em trocar, apesar de ter náuseas só de pensar no Android.

  40. Então vem pro Brasil, Apple
    Diminui os preços e vamos esperar que o governo diminua os impostos também
    Além de que, vamos combinar que as diferenças entre o iPhone X e o Xs são basicamente inexistentes
    O que salvou foi o Xs Max e o Xr (talvez a cor ouro também)

  41. E eu bato palmas pra esses resultados decepcionantes. Torço pra cair mais ainda, grandes empresas quando crescem demais acabam pecando pela arrogância, Sony e Nintendo já passaram por isso, tiveram que sofrer grandes baixas para se reinventar e recuperar sua antiga imagem com o seu público. Vamos ver se a Apple engole o orgulho e corre atrás ou vai continuar dando uma de “vizinho metido a besta”, que come ovo e arrota caviar.

  42. Houve quem dissesse aqui que eram apenas especulações. Sobre a carta, vê-se que Tim Cook derrupou feio e só confirmou o óbvio ululante sobre a degradação das já horríveis baterias.

  43. Ta achando ruim? Então espera o lançamento da linha 2019 que provavelmente terá o mesmo design, com atualizações pontuais

  44. Que tal lançar algo realmente surpreendente e baixar o preço? Na verdade, o capitalismo já anuncia seu fim há algum tempo. Hoje ainda surfamos na onda, mas ela está em declínio.

  45. Acho que a tradução do Twitte do Jason Snell não está muito igual ao que ele de fato está falando.
    Já o do Gruber está.

  46. Era de se esperar, a Apple caiu muito, lançando iPhones sem novidades, com preços absurdos e o sistema iOS nunca este tão péssimo a partir do iOS 11, cheio de problemas e bugs, já está virando rotina toda semana uma atualização de correção! Esta atualização 12.1.2 esta deixando meu iPhone sem conexão no Wi-Fi e no 4G.

  47. Não há novidade aqui. Queda do mercado como um todo, desvalorização de algumas moedas, empresas cada vez mais competitivas e atraentes e valores altos por produtos que não apresentam grandes mudanças, ainda que elas existam, atrelado a isso preços altíssimos. Receita para mais queda em vendas.

  48. Um exercício que fiz na hora de pensar em trocar de iPhone foi: comparar recursos que os novos e que agregam valor pra mim em relação ao meu iPhone atual (iPhone 7).

    Minha conclusão:
    – câmera dupla
    – bateria melhor

    Além disso notei pontos que, pra mim, não agregam muito, mas que são diferenciais também:
    – design
    – tela maior
    – recarga sem fio

    Isso por que o Xs é 2 anos mais novo e custa o dobro do preço. Fica complicado trocar de celular diante dessas condições né? Gastar 7 mil reais em um celular que a única diferença é ele ser mais bonitinho é dose

  49. O erro dos novos iPhones XS e XS Max, na minha opinião é que eles são praticamente iguais ao iPhone X. Pouca novidade em relação a geração anterior, preço nas alturas e não vale o investimento, pelo menos por enquanto ao meu ver.

  50. Como era previsto. Aparelhos cada vez mais caros e com poucas novidades… quero ver como reverterão essa situação.

  51. Reajusta os preços e o quantitativo de aparelho no mercado, a Apple precisa se ajustar a demanda do mercado, entender mais amplamente o consumidor e ir em busca de entregar, agora em 2019, aparelhos que seja possível notar VISUALMENTE as mudanças, o iPhone XS, XS MAX não entregaram tantas mudanças assim (externamente falando)! Agora é entender, aceitar e buscar reverter o “buraco” que se meteram!

  52. Eles pecam por besteira, onde que um smartphone de preço inicial de 999$ não vem com um carregador decente? É inadmissível. Se continuar nessa linha de pensamentos e atitudes a tendência é cair mais ainda. Diante de tudo se tornando mais difícil, foi-se o tempo que o consumidor se deixava ser ingênuo

  53. essa declaração da bateria pegou mal mesmo, viu? a estrategia de lançar os telefones caros antes, e parece boa,mas ao meu ver nao querem enxergar o obvio: TA CARO, meu velho… como eu disse em outro post: baixa o preço que vende. O produto é bom!

  54. Acho que o próprio iOS 12 seria um dos motivos, já que foi focado em melhorias de desempenho até mesmo em aparelhos mais antigos.

  55. Eu duvido. A apple tem muita lenha ainda para queimar.
    É preferível trazer um monte de recurso novo, e que talvez não estejam maduros e poder manter o ticket do que reduzir preço.

  56. É só assumir que errou e reduzir os preços dos aparelhos. Ou isso ou terão um estoque gigantesco de aparelhos que não serão vendidos.

  57. Não seria mais fácil assumir que errou na política de preços e reduzir eles de uma vez enquanto ainda há tempo?
    Jobs já fez isso uma vez.. a long time ago.

  58. Compartilho da sua opinião!
    Tomara que seja as piores vendas de toda história dos iPhones, só assim eles irão acordar e fazer produtos que realmente justificam os preços altos

  59. Eu acabei de olhar e estava subindo, qual a sua fonte? Estou acompanhando as ações de algumas empresas para uma pesquisa.

  60. Concordo contigo, não digo nem que sejam inovações absurdas, mas bater naquilo que a Apple abusa: Preço. Não da. Tá muito caro.

  61. eu sou um desses, atualizada todo ano, mas a partir do 7 plus eu disse não, eu queria muito esse xr colorido, mas eu não irei pagar mais de 5k nesse aparelho.

  62. Foi o meu caso. Mas eu preferi atualizar com aparelhos de outras empresas. Comprei um smartphone lançado no final de 2018 e ainda assim sobrou dinheiro, só vendendo meu iPhone.

  63. Na carta ele até menciona condições cambiais desfavoráveis… deve estar falando da valorização geral do dólar frente a outras economias consumidoras como o Brasil.

  64. pois é. Também fui pra outra empresa depois das últimas medidas da apple. O que acabou até sendo bom porque antes só programava pra iOS e agora to me aventurando em novos mercados mobile.

    Apple vai precisar batalhar pra recuperar a confiança de uma boa parcela de fãs que permaneceram em meio ao momento ruim da empresa, mas vai precisar batalhar mais ainda pra atrair novamente os antigos clientes que foram ver o mundo fora dos muros da empresa.

  65. Aparelhos novos já não estão com o notch, apenas a câmera frontal embutida na tela. Será que a Apple manterá o mesmo design do iPhone para 2019? Acredito que mudem algo no design do aparelho, se caíram as vendas agora, se continuar a mesma coisa, caíra ainda mais.

  66. o icloud na verdade devia passar pra 15gb como padrão, 5 gb numa nuvem que vc só pode usar se comprar um aparelho da marca é ridículo sendo que existe mega com 50gb ou 15gb no google drive, ainda mais considerando que fotos até uma certa qualidade não desconta da franquia EM QUALQUER DISPOSITIVO, enquanto no iCloud você não pode nem apagar a foto do aparelho que apaga da nuvem (qual o fucking sentido de ter uma nuvem assim?), o icloud ta muito defasado.

  67. Não defendo governo, mas as declaração da equipe econômica do Bolsonaro é baixar impostos e abrir o mercado de forma agressiva nos próximos dois anos. Somado a isso a queda do dólar então a esperança é que os produtos Importados tenham uma boa queda nos preços.

  68. Só sei que meu iPhone X estava muito melhor na primeira versão do iOS 12, do que na atual. Até no beta do iOS 12 ele estava melhor.

  69. Faz uns anos que smartphone eu peguei Android e não me arrependo. Fora que iOS 11 foi tenso. Mal usava meu iPad, mas quando usava, sempre era alguma coisa que não funcionava no iOS 11.
    Já vi mais app fechando do nada no iPhone do que no Android.

  70. E pior que dúvido que ela consiga a tempo fazer isso para a próxima geração, lembrando que o iOS também vai ter que ter novidades após o iOS 12 apenas com correções.

  71. Fora os preços dos reparos, uma câmera estraga é R$700,00 para arrumar, Macbook deu defeito no teclado ou display melhor comprar um novo.

  72. Concordo com você menos na parte dos 7 mil, muitos aqui dizem aparelho de 7, 10 mil mas 80% compra aparelhos do Paraguay por 1/3 do valor, só um adendo mesmo hehe.

  73. Na verdade pode se dizer que esse foi o unico acerto, continuar com um software igual era o iOS 11 aquilo sim era prejuízo e loucura, melhor dar uma pausa quanto antes arrumar tudo e depois voltar a evoluir(levando em conta que a Apple vai voltar a evoluir o iOS, eu não entendo a dificuldade que ela tem nisso). Lembre-se que o iOS e seu ecossistema é um dos principais motivos para muitos terem um iPhone.

  74. Não dúvido, a Apple não vai ter tempo de entregar um produto com grandes novidades e um iOS descente em tão pouco tempo.

  75. Fora a bateria a Apple ainda pratica isso no preço de reparo dos prosutos, onde muitas vezes é melhor comprar um novo.

  76. Eu nunca duvidei da obsolescência programada da Apple.

    Como todas fazem, fui checar qual empresa praticava de forma menos agressiva, ou seja, em que um aparelho durava por mais anos com funcionamento aceitável.

    Infelizmente a Apple é a que tem a melhor relação. Infelizmente mesmo porque todas as demais a seguem e fica o mercado todo uma droga.

  77. e sendo engolido pela samsung.. o s9 pelo plano da vivo, você entregando seu iPhone sai em.media 1500-1700 reais pra pagar em 12x.. quem nao migra? eu e minha esposa migramos. impossível comprar celular de 4k.. 5k..

  78. É bem isso. A Apple se acha vendedora de drogas e que os viciados pagam o preço que for… Se continuar assim cai mais ainda até virar uma Dell.

  79. Estou com o mesmo sentimento. Possibilidade de fazer um upgrade no meu 6s, que ainda me atende, mas pensando seriamente em abandonar a Apple pela primeira vez

  80. Não me surpreenderia a Apple parar as vendas da Linha 2018 (XS e Xr), para vender a linha 2019 que muito provavelmente herdará o mesmo design

  81. Isso pode até vir a acontecer, mas continuará pagando caro para trocar uma mísera bateria ou qualquer outra manutenção nos aparelhos comercializados pela empresa. Tente trocar a tela de um MacBook. Enfim, não se trata de uma empresa filantrópica. Ela vai arranjar um jeito de continuar sugando dinheiro e oferecendo o que qualquer outra empresa oferece hoje por bem menos.

  82. faça igual eu e compre uma smart battery case – é cara, mas bem menos do que um aparelho novo – e fique tranquilo por mais uns 2 anos

  83. Revisaria essa afirmação pra 3 anos. Pelo menos os iPhones, Android sei que estão bem legais, porém não uso todo dia pra opinar… Estou com o iPhone 7 desde o lançamento e talvez eu só troque esse ano pq a chance de dar problema começa a ficar maior

  84. Não só isto o preço praticado ainda mais fora dos Eua se torna muito alto, o mercado mudou tem diversas marcas e o povo tirando um creio que 1/3 dos usuários Apple, os demais pulam fora quando agride o bolso.

Deixe uma resposta