App Store bate recordes na semana do Natal, com receita de US$1,22 bilhão

A Apple pode estar em uma posição desconfortável perante seus investidores por conta das vendas baixas de iPhones, mas isso não significa que a empresa como um todo esteja em maus lençóis — muito pelo contrário. Hoje, a Maçã anunciou que a App Store teve a semana mais bem-sucedida financeiramente em toda a sua história, com receitas inéditas no período entre o Natal e o Ano Novo.

Na última semana de 2018, os gastos dos consumidores com a loja de aplicativos da Maçã bateram US$1,22 bilhão, recorde absoluto para um período de sete dias. Além disso, o Dia de Ano Novo (1º de janeiro) viu a maior receita proveniente de um único dia, com US$322 milhões gastos pelos usuários — o recorde anterior era de US$300 milhões.

“Graças ao trabalho inspirador dos nossos talentosos desenvolvedores e ao apoio dos nossos usuários incríveis ao redor do mundo, a App Store fechou um maravilhoso 2018 e começou 2019 com um estouro”, afirmou Phil Schiller, vice-presidente sênior de marketing global da Apple.

Segundo a empresa, as categorias mais populares de downloads e assinaturas de apps no período foram as de jogos e aplicativos de cuidados pessoais. Títulos como Fortnite, PUBG, Brawl Stars e Asphalt 9 foram citados pela Apple, e apps como 1Password, Sweat e Lumosity foram os campeões de interesse em suas respectivas categorias (produtividade, saúde e bem-estar e educação).

A Apple notou também, no comunicado, o papel determinante da App Store na receita do setor de Serviços, que bateu todos os recordes no último trimestre. Certamente é o que a Maçã espera: com os iPhones patinando, o segmento deverá ser a próxima menina-dos-olhos da empresa — e, portanto, aquele em que ela deve depositar seus esforços com mais empenho.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários