Primeira Apple Store poderá ser realocada; loja no Japão fechará permanentemente

2019 chegou chegando para a área de varejo da Apple — só nos últimos dias, já tivemos uma avalanche de novidades em relação a reformas, realocações ou até fechamentos de lojas da Maçã ao redor do mundo. Vamos fazer um giro por todas elas?

McLean

Talvez o nome acima não desperte muitas lembranças, mas foi na cidade de McLean, Virginia (Estados Unidos) que a Maçã abriu sua primeiríssima loja, a Apple Tysons Corner, em maio de 2001. Mesmo com algumas reformas ao longo do tempo, o espaço mantém-se essencialmente inalterado de lá para cá — ou seja, é difícil para a Apple aplicar na loja as novidades que têm introduzido nos seus espaços de varejo, como os telões do Today at Apple e a nova decoração com pés-direitos duplos e árvores na parte interna. Mas talvez a empresa tenha na manga uma solução drástica.

Apple Tysons Corner, primeira loja da Apple
Apple Tysons Corner

Como informou o Biz Journals, a Apple é uma das principais interessadas num espaço recém-aberto em um shopping próximo, o Tysons Galleria. Por lá, a loja de departamentos Macy’s fechou as portas, liberando um setor enorme do centro comercial que seria ocupado por uma cadeia de cinemas, uma delicatessen, uma loja da Tiffany & Co. e, ao que tudo indica, uma Apple Store.

Provável espaço da Apple no shopping Tysons Galleria, em McLean (EUA)

Como a imagem acima mostra, o espaço central seria ideal para a Apple, com sua fachada externa de vidro, pé-direito expandido e entrada também dentro do shopping. Não há, ainda, uma confirmação de que a Maçã vai de fato pegar a localização, mas, fazendo isso, é improvável que a Apple Tysons Corner seja mantida — afinal, não faz sentido a empresa manter duas lojas a menos de um quilômetro de distância numa cidade de 48.000 habitantes.

Portanto, se você quer conhecer um pedaço de história da Apple antes de ele mudar de lugar, é bom comprar as passagens para McLean o quanto antes!

Sendai

Enquanto algumas lojas mudam de lugar, outras dão adeus definitivamente. A Apple anunciou em seu site que a Apple Sendai Ichibancho, na cidade japonesa de Sendai, fechará as portas no dia 25 próximo.

Apple Sendai Ichibancho, no Japão

A loja foi aberta em dezembro de 2005 como a sexta Apple Store japonesa e, desde então, é conhecida como um dos menores espaços de varejo da Maçã no mundo — basta ver sua fachada estreita e a área interna diminuta, bem característica dos imóveis minúsculos do Japão. Certamente a limitação de espaço foi um fator determinante para que a empresa passasse a caneta na loja.

O problema é que a Apple Sendai Ichibancho não terá uma substituta próxima, ao menos por agora. Como afirmou o 9to5Mac, a loja era a única da Apple no norte do Japão; agora, a mais próxima está a seis horas de distância (ou três, num trem-bala). Infelizmente, os habitantes de Sendai e proximidades terão de recorrer às longas distâncias ou a centros autorizados para satisfazer suas necessidades Appleísticas.

Bridgewater

Voltando aos EUA, a Apple anunciou que fechará temporariamente as portas da Apple Bridgewater, na cidade homônima do estado de Nova Jersey.

Apple Bridgewater

Localizada no shopping Bridgewater Commons, a loja deverá passar por reformas e ser ampliada, talvez ocupando o espaço de alguma das duas lojas que a cercam (ou talvez até ambas) e ganhando algumas das novas experiências de varejo introduzidas pela Maçã. A loja será fechada no dia 27 próximo e não há uma previsão de reabertura.

Naples

Mais ao sul, na cidade de Naples (Flórida), a Apple Waterside Shops já está fechada desde setembro passado para renovações. Até agora, não se sabia quais seriam os planos da Maçã para a reforma da loja no shopping a céu aberto, mas um render publicado pelo Naples Daily News dá uma pista de que a mudança será enorme:

Render da nova Apple Waterside Shops, em Naples (EUA)

Aparentemente, o espaço será bastante ampliado e ganhará várias características das Apple Stores recentes, como a fachada toda em vidro, o teto de madeira e o pé-direito ampliado. Para vocês terem uma ideia da mudança, eis a loja antes da reforma:

Apple Waterside Shops, em Naples (EUA)

Segundo o jornal, a reforma deverá ser concluída no outono do hemisfério norte.

Toronto

Próxima parada, Canadá: como informou o MacRumors, a empresa vai realocar a Apple Eaton Centre, que fica no centro de compras mais visitado da América do Norte. Analisando alvarás de construção emitidos pela prefeitura de Toronto, o site descobriu que o atual espaço da Maçã, no segundo andar, será fechado e reabrirá onde hoje existe uma loja da Abercrombie & Fitch (que também está se mudando, para o outro lado do corredor).

Toronto Eaton Centre com loja atual da Apple e futura localização

A mudança será deveras benéfica para a Apple: o espaço da Abercrombie & Fitch tem mais de 1.000m², o dobro da área da atual loja da Maçã. Ainda não há datas fechadas para a realocação (o alvará ainda aguarda aprovação final dos órgãos responsáveis da prefeitura), mas o MacRumors afirmou que a nova loja poderia ficar pronta já para o período natalino de 2019, caso a aprovação chegue rapidamente.

É bom notar que a Apple Eaton Centre é o único espaço de varejo da empresa no centro de Toronto, uma das maiores cidades da América do Norte — e, por isso, a loja vive absolutamente lotada. Fica a torcida para que a mudança resolva o problema.

Mais Toronto

Caso a mudança no Eaton Centre não resolva os problemas de superlotação, outro plano certamente há de funcionar: a construção de uma Apple Store novinha em folha no nível térreo do The One, um novo empreendimento comercial gigantesco (85 andares) que está sendo construído em um dos principais cruzamentos do centro de Toronto.

The One, novo empreendimento de Toronto que deve abrigar Apple Store

O render acima, trazido pelo MacRumors, mostra como deverá ficar o prédio depois de pronto e, inegavelmente, aquelas paredes de vidro no térreo lembram muito as lojas da Apple — vale notar que o empreendimento foi assinado pela Foster + Partners, escritório de arquitetura parceiro da Maçã em muitas lojas e no Apple Park.

Mais informações sobre a provável “Apple The One” devem surgir em breve: o empreendimento em si deverá ser concluído apenas no fim de 2022, mas a área de lojas nos seus primeiros andares já deverá estar operacional no ano que vem. Ficamos no aguardo.

Barcelona

Por fim, chegamos ao velho mundo — mais especificamente, a Barcelona. A Apple anunciou que vai fechar temporariamente sua loja no Passeig de Gràcia, sua maior e mais importante loja em território catalão, para reformas.

Apple Passeig de Gràcia

A loja fechará no dia 10 de fevereiro e ainda não há informações sobre que tipo de renovações serão feitas por lá ou qual a previsão de reabertura — não é difícil apostar, entretanto, que o espaço ganhará as experiências recentes de varejo da Apple, como o telão do Today at Apple, o Forum e as novas ambientações com mais madeira e plantas.

A Maçã recomenda que, durante as reformas, os moradores e turistas de Barcelona visitem a Apple La Maquinista, outra loja da empresa na cidade — e que foi renovada recentemente, aliás.

via The Loop, 9to5Mac: 1, 2

Posts relacionados

Comentários