Johnson & Johnson usará o Apple Watch em estudo sobre prevenção de derrames

Mais uma grande multinacional se convenceu das capacidades do Apple Watch de ajudar em profundos estudos focados em saúde. A Johnson & Johnson anunciou hoje uma nova pesquisa que usará o relógio da Maçã e seus dados de fibrilação atrial para tentar prevenir derrames cerebrais.

A ideia é combinar o uso do Apple Watch Series 4 (que conta com o recurso de ECG) com um app desenvolvido pela própria J&J para tentar detectar sinais de fibrilação atrial ainda mais rapidamente.

Em um comunicado para a imprensa, a J&J disse que AFib (sigla para a designação em inglês de “atrial fibrillation”) é responsável por aproximadamente 130 mil mortes e 750 mil internações todos os anos, somente nos Estados Unidos. Em todo o mundo, são hoje 33 milhões de pessoas com essa condição.

Como sempre, os dados coletados pelo estudo serão anônimos e, ao menos inicialmente (já que é um projeto que tende a durar anos), ele será realizado apenas nos EUA com pessoas de mais de 65 anos de idade. A J&J pretende divulgar detalhes de como interessados poderão participar em breve.

via USA TODAY

Posts relacionados

Comentários