iPhones de 2019 deverão manter porta Lightning e carregador lento de 5W

Todos temos de concordar: os rumores de que a Apple trocaria a porta Lightning nos seus iPhones pela USB-C eram bem difíceis de se acreditar, ainda mais num curto prazo. Hoje, Macotakara jogou mais um pá de cal nessa esperança.

Em reportagem citando fontes na cadeia de fornecimento dos iPhones de 2019, o site afirmou que os aparelhos não serão dotados de USB-C e permanecerão com o conector Lightning já de costume. Isso não chega a ser uma notícia ruim (apesar de o USB-C ser um protocolo muito mais capaz, a transição certamente seria difícil), mas a segunda informação trazida pelo site japonês certamente é: aparentemente, a Apple vai manter os carregadores lentos nos iPhones de 2019.

Sim: se os rumores estiverem certos, por mais um ano nutriremos em vão a esperança de recebermos na caixa de um novo iPhone um carregador rápido, de 18W com conector USB-C (como o atual carregador do iPad Pro). Tudo indica que a Apple continuará vendendo seus smartphones com um carregador de 5W e conector USB-A; de acordo com o site, a medida é para corte de custos — mas ainda não sabemos se esse corte será repassado para o consumidor.

iPad mini 5

O mesmo Macotakara publicou também algumas descobertas sobre a surpreendente atualização do iPad mini — e, ao que tudo indica, também não temos lá muita coisa para nos animar aqui.

iPad mini 2 branco na diagonal

De acordo com a matéria, o novo tablet mirará na esfera mais baixa de preços na linha da Maçã e não terá basicamente nenhuma mudança visual, permanecendo com a tela retangular de 7,9 polegadas, as bordas relativamente grossas, o Touch ID e a porta Lightning. Pelo menos a saída para fones de ouvido também será mantida.

Em termos de mudanças, aparentemente só o processador será trocado: sai o A8 da geração atual e entra, segundo expectativas das fontes ouvidas pelo site, um chip A10 (ou A10X, não está claro ainda). Ah, e o microfone da traseira será movido para o centro, como já acontece no iPad de 9,7 polegadas. Não se sabe se o tablet trará suporte ao Apple Pencil, mas, caso aconteça, será a primeira geração do acessório — o Apple Pencil de segunda geração continuará exclusivo dos novos iPads Pro.

O que permanece uma incógnita é o seu preço (que certamente terá que diminuir em relação aos US$400 atuais1) e quando o tablet será lançado; quanto a isso, o DigiTimes aposta no lançamento de alguns modelos de iPads ainda no primeiro semestre de 2019 — e o novo iPad mini certamente estaria no bolo. Ou seja, não precisaremos mais esperar muito.

via AppleInsider, iDownloadBlog

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários