Ópera que “recria” vida de Steve Jobs ganha prêmio GRAMMY

Em meados de 2017, nós comentamos que, após dois anos de preparação, a ópera “The (R)evolution of Steve Jobs” estreou nos Estados Unidos.

Organizada pelo compositor Mason Bates e o libretista Mark Campbell, a ópera seguia um estilo “não-linear” (sem uma ordem certa). O prólogo contava a história de Jobs ainda criança, enquanto as demais cenas passavam por diversos anos da vida do cofundador da Apple — iniciando em 2007, no lançamento do iPhone, e seguindo de forma não-cronológica, voltando ao passado em diversas cenas.

Mas por que estamos falando sobre isso novamente? Pois a ópera — que estava concorrendo em algumas categorias — recebeu o GRAMMY de “Melhor Gravação de Ópera de 2019” no último domingo (10/2). A Santa Fe Opera Orchestra deixou para traz concorrentes como “Doctor Atomic” (por John Adams), “Alceste” (por John-Baptiste Lully), “Der Rosenkavalier” (por Strauss) e “Rigoletto” (por Verdi).

Se você assistiu à transmissão do evento e não lembra de tal premiação, pode ficar calmo que você não está ficando maluco: a ópera foi anunciada a grande vencedora numa cerimônia que antecedeu o evento televisionado.

Aos interessados, é possível escutar a ópera (acima) pelo Apple Music.

dica do Eric Calado, via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários