Mate X: Huawei também lança seu smartphone dobrável, maior e mais caro que o Galaxy Fold

Não se passou nem uma semana desde que a Samsung apresentou o Galaxy Fold, o seu primeiro smartphone dobrável, e a Huawei já ampliou esse incipiente mercado de dobráveis com o Mate X, apresentado ontem (24/2) durante uma conferência de abertura do Mobile World Congress (MWC) 2019, que acontece nesta semana em Barcelona (Espanha).

Porta USB-C do Huawei Mate X

Ainda que o Mate X se dobre como o smartphone da Samsung, eles são dispositivos essencialmente diferentes. Nesse sentido, enquanto o Galaxy Fold tem dois displays (um na frente, quando o dispositivo está dobrado, e outro maior, quando ele está desdobrado), o Mate X possui uma só tela que vai da parte frontal à traseira do aparelho.

O Mate X usa o que a Huawei chama de design “asa de falcão”, que consiste de uma dobradiça elástica a qual permite que o dispositivo se transforme em um smartphone com tela OLED1 de 6,6″ (na frontal) e 6,38″ (na traseira) para um tablet de 8″ com resolução de 2480×2200 pixels e proporção 8:7.1 (tornando-o maior que o que Galaxy Fold, que possui 7,3″ quando desdobrado).

Mate X dobrado e desdobrado

Além disso, o Mate X não tem nenhum recorte no display — ao contrário do Galaxy Fold, no qual a câmera frontal foi entalhada na tela. Por dedicar todo esse espaço ao display, a única parte (externa) do Mate X que não é tela, são as câmeras. O dispositivo é equipado com quatro lentes: uma grande angular de 40MP, uma ultra grande angular de 16MP, uma telefoto de 8MP e uma ToF adicional, para efeitos de profundidade; graças ao seu design, esse conjunto de lentes serve tanto como para a câmera frontal quanto para a traseira.

Sistema de câmeras do Mate X

Quanto ao restante das especificações, a Huawei equipou o Mate X com uma bateria de 4.500mAh, um leitor de impressão digital integrado ao botão de liga/desliga e o modem Balong 5000 (da própria Huawei), que oferece suporte a redes 5G (a qual, segundo a fabricante, pode baixar um filme de 1GB em menos de 3 segundos). Quando dobrado, o dispositivo possui 11mm (contra 17mm do Galaxy Fold) de espessura; já o display (desdobrado) tem 5,4mm.

O Mate X possui conector USB-C com carregamento rápido (de 0% a 85% em 30 minutos) — sendo até 600% mais rápido do que o iPhone XS Max (segundo a Huawei) —, processador octa-core Kirin 980, 8GB de RAM2 e Dual-SIM. Como a Samsung, a Huawei anunciou que focará nos recursos de multitarefa, permitindo que o Mate X seja usado com a tela dividida.

Se até então você não se impressionou, quem sabe agora: o preço sugerido do Mate X é de US$2.600 (cerca de R$9.700 em conversão direta, sem impostos e outros custos), quase US$1 mil a mais que o Galaxy Fold. Enquanto o aparelho da Samsung estará disponível até o fim de abril nos Estados Unidos, o Mate X começará suas vendas somente no segundo semestre deste ano. Não se sabe, também, se o dispositivo aterrissará em solo americano, já que o país está em conflito com a fabricante.

via Gizmodo

Posts relacionados

Comentários