Apple remove clones de aplicativos de VoIP da App Store

A App Store tem milhares de títulos e, muitas vezes, como comentamos diversas vezes, alguns desenvolvedores dão um jeitinho de burlar as diretrizes da Maçã para aplicar golpes, roubar informações ou simplesmente alcançar um público maior.

Uma técnica antiga, porém, ainda passa desapercebida pela análise das lojas de aplicativos da Apple e do Google: empresas clonam seus próprios apps com diferentes nomes e descrições para aparecem em diversos resultados de pesquisa. Na prática, porém, eles são a mesma coisa.

Recentemente, um relatório divulgado pelo TechCrunch expôs uma quantidade absurda de apps de VoIP1 que eram vendidos na App Store — muitos deles clonados, que ofereciam os mesmos recursos. Isso mesmo, ofereciam, pois a Apple acabou de fazer uma limpa na sua loja de aplicativos.

Esses apps permitem que você adquira um número de telefone virtual para efetuar chamadas e enviar mensagens de texto de qualquer região. Contudo, as empresas que vendem esses serviços não estavam preocupadas em esconder o fato de terem enviado várias versões do mesmo app para a loja da Apple, o que vai contra as regras da App Store.

Apps da TextMe na App Store

Entre essas desenvolvedoras está a TextMe, que operava três versões diferentes do seu app: TextMe, TextMe Up e FreeTone — os três executavam praticamente a mesma função. Observando as capturas de tela desses apps na App Store, é possível notar que a empresa não se deu nem ao trabalho de alterar o padrão das imagens de divulgação do serviço. Similarmente, os apps Phoner, Second Line e Text Burner compartilhavam a mesma conta de desenvolvedor, a Appsverse, para vender o mesmo serviço.

Como dissemos, a Maçã removeu vários desses serviços da App Store, mas há muitos clones em outras categorias. Por exemplo, a MailPix lançou três aplicativos “diferentes” que permitem imprimir fotos do iPhone/iPad em lojas de grandes empresas nos Estados Unidos. Todas as versões fazem a mesma coisa, mas tem nomes e usam palavras-chave diferentes.

Apps da MailPix na App Store

A Apple informa nas Diretrizes de Revisão da App Store que o envio de vários códigos binários do mesmo aplicativo é proibido. Nesses casos, a Maçã sugere que o desenvolvedor considere o envio de um único app e forneça as versões alternativas por meio de compras internas no app; ela destaca, ainda, que o spam desses apps podem levar à exclusão do desenvolvedor do seu programa.

Posts relacionados

Comentários