Tenha uma nova experiência no Apple Music com o app Soor

O app nativo do Apple Music tem evoluído num ritmo agradável para a maioria dos usuários, mas ainda é alvo de uma série de críticas em relação à sua usabilidade e dificuldade de adaptação — principalmente de quem vem de uma plataforma concorrente, como o Spotify. Felizmente, desde que a Maçã abriu a API1 do seu serviço de streaming, alguns apps alternativos de acesso à plataforma vêm surgindo com ideias diferentes e conceitos bem interessantes. O Soor é um dos maiores exemplos disso.


Ícone do app Soor ▹

Soor ▹

de Tanmay Sonawane

Compatível com iPhones
Versão 1.3 (81.6 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

R$ 18,90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Soor ▹Screenshot do app Soor ▹Screenshot do app Soor ▹Screenshot do app Soor ▹Screenshot do app Soor ▹Screenshot do app Soor ▹

Desenvolvido pelo designer e desenvolvedor indiano Tanmay Sonawane, o Soor é um novo app para iPhone que promete levar uma nova experiência do Apple Music aos usuários — uma mais focada em descoberta, com foco em design apurado e navegação por gestos. E quando eu digo “navegação por gestos”, falo sério: por exemplo, basta deslizar para baixo de qualquer tela para iniciar uma busca.

Aliás, o gesto de deslizar para baixo é elemento fundamental do app. Para evitar quer você precise estender seu dedo aos botões superiores, você pode ativar as funções que eles representam simplesmente deslizando a tela para baixo com mais ou menos intensidade.

Outro gesto interessante é o de arrastar e soltar, o qual permite que você selecione uma ou várias músicas (ou álbuns, ou artistas) em qualquer tela e os arraste para onde quiser — seja uma playlist, a fila de reprodução ou qualquer outro lugar. O Soor ainda traz integração com o Musixmatch, para exibir as letras das músicas reproduzidas em tempo real, e três temas (claro, escuro e preto — esse último fica ótimo em telas OLED2).

É bom notar que o Soor não traz algumas funções importantes por conta das próprias limitações da API do Apple Music. Não é possível, por exemplo, remover músicas da sua biblioteca, reorganizar ou renomear playlists ou verificar a atividade dos seus amigos. Ainda assim, para quem está em busca de uma experiência refrescante com o serviço musical da Maçã, trata-se de uma ótima pedida.

Vale a pena conferir!

via MacStories

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários