A Apple já tinha adiantado, na última semana, todas as ações que realizaria para celebrar o Dia Internacional da Mulher amanhã, 8 de março. Mas a Maçã resolveu ir além: hoje, foi publicado no seu canal do YouTube um vídeo muito interessante celebrando as conquistas do feminismo ao redor do mundo — e destacando vários pontos pelos quais ainda é preciso lutar.

Narrado pela cantora e compositora Annie Lennox e com a participação de figuras como Dua Lipa, Mary J. Blige, Ed Sheeran, Eddie Izzard e muitas outras, o vídeo, intitulado Global Feminism (“Feminismo Global”), celebra os avanços dos direitos das mulheres ao longo das últimas décadas. Ele nota que, ainda que mais mulheres vivam hoje com seus direitos civis devidamente respeitados do que em toda a história da humanidade, muitas estatísticas ainda não estão do lado delas.

As celebridades seguram cartazes expondo alguns desses números preocupantes, como:

  • Uma em cada três mulheres ou meninas já sofreram violência física ou sexual em suas vidas.
  • Mais de 2,7 bilhões de mulheres são legalmente proibidas de terem a mesma escolha de empregos que os homens.
  • Mulheres constituem somente 22,8% dos assentos nos parlamentos e congressos do mundo.
  • 99% de todas as mortes maternas ocorrem em países em desenvolvimento.
  • 2/3 dos 757 milhões de adultos que não sabem ler ou escrever no mundo são mulheres.
  • 603 milhões de mulheres vivem em países onde a violência doméstica não é considerada crime.

Ou seja, sim: por mais que os avanços tenham sido fortes e abundantes ao longo do último século, ainda há muito pelo que lutar, seja você uma mulher ou não — basta ter um pouquinho de empatia.

Para acompanhar o vídeo, a Maçã postou no Apple Music a playlist #GlobalFeminism com 19 canções de artistas mulheres notáveis como Whitney Houston, Aretha Franklin, Nina Simone, Barbra Streisand e o Eurythmics, da própria Annie Lennox.

Boa, Apple! 👏🏼

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários