Pagamentos via WhatsApp poderão chegar ao Brasil em breve

Há cerca de um ano nós comentamos que o WhatsApp estava começando a testar um sistema de transferência de dinheiro entre usuários na Índia. Agora, o WABetaInfo (especializando em notícias do mensageiro) informou que o recurso Payments chegará também a alguns novos países. E adivinhe: o Brasil está na lista!

NOTÍCIA: O WhatsApp vai ampliar a lista de países onde o recurso Payments será ativado no futuro.💰

Brasil 🇧🇷 +55
Índia 🇮🇳 +91 (já suportado)
México 🇲🇽 +52
Reino Unido 🇬🇧 +44

Fonte: @WABetaInfo.

Os detalhes de como esse sistema funcionará aqui ainda são uma incógnita. Na Índia, o sistema de pagamento peer-to-peer (em português, ponto-a-ponto) utiliza a Unified Payments Interface (UPI), um sistema instantâneo de pagamento em tempo real desenvolvido pela National Payments Corporation of India (Corporação Nacional de Pagamentos da Índia), que basicamente facilita transações interbancárias. A UPI é regulada pelo Reserve Bank of India e funciona como uma transferência instantânea entre duas contas bancárias em uma plataforma móvel. No Brasil, nós utilizamos o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Caso o serviço de fato seja lançado, a probabilidade de o WhatsApp dominar esse mercado é simplesmente enorme, dada a penetração do mensageiro por aqui. Atrelar o Payments à sua conta bancária e realizar transferências simplesmente enviando mensagens para seus contatos será uma facilidade e tanto!

Atualmente, eu diria que um dos apps/serviços mais proeminentes nessa área aqui no Brasil é o PicPay. O Apple Pay Cash (solução da Maçã bastante similar a essa do WhatsApp), por enquanto, está disponível apenas nos Estados Unidos — e a chegada do Payments ao Brasil só tornará as coisas mais difíceis para a Maçã.


Ícone do app WhatsApp Messenger

WhatsApp Messenger

de WhatsApp Inc.

Compatível com iPhones
Versão 2.19.71 (155.7 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Posts relacionados

Comentários

11 comments

  1. Sem dúvidas uma notícia perfeita. Espero q o WhatsApp consiga desestabilizar o monopólio dos bancos e seu efeito clubinho (TEDs caríssimas) da mesma forma que obrigaram as operadoras de celular a transformarem seus planos, qnd disponibilizaram as ligações free.

  2. Os caras não só querem vigiar e espionar tudo o que conversamos, querem também saber quanto dinheiro temos hahaha

  3. WhatsApp não é banco. O dinheiro não fica depositado no WhatsApp. A transferência ainda será feita entre bancos. WhatsApp será apenas meio. Por que deixaria de haver tarifa para as TEDs? Pessoal tá viajando com comentários do tipo “fim do monopólio dos bancos”. Por acaso alguém deixa de pagar anuidade de cartão por usar Apple Pay? Me parece ser apenas mais um um intermediário no processo.

  4. Estive recentemente na China e é impressionante como usam o Wechat para tudo. O Wechat Pay é fantástico, vc usa no metro, nas maquinas de auto atendimento, supermercado, restaurantes, pagamentos online, hotel, banco. Não precisa carregar dinheiro pra nada, todo lugar. Pagamento instantaneo com baixo custo e sem o delay dos bancos que só tem pagamentos instantâneo em filmes de hollywood.

  5. Deus me livre!
    Meu sonho de notícia: usuários brasileiros estão deixando o WhatsApp em favor de plataforma.

  6. Só sei que os bancos não vão incrementar essa funcionalidade de graça.
    Eles nunca saem perdendo.
    O consumidor vai pagar a mais por isso de forma oculta.

Deixe uma resposta