Apple assegura direitos de comercialização da marca “AirPower”

Como vocês devem ter acompanhado, a Apple atualizou alguns de seus produtos e lançou novos dispositivos nesta semana, incluindo a segunda geração dos AirPods e a sua case de carregamento sem fio, que levantou as expectativas em torno do lançamento do famigerado AirPower.

Esteja (ou não) prestes a lançar a sua base de recarga sem fio, o fato é que um problema acerca do registro da marca “AirPower” tem dado dor de cabeça para a Apple nos últimos meses, já que outra empresa havia solicitado os direitos comerciais sobre o nome do esperado acessório da Maçã.

Mais precisamente, a Apple tentou registrar a marca “AirPower” no meio do ano passado, mas descobriu que uma empresa chamada Advanced Access Technologies já havia apresentado o mesmo pedido, o qual foi concedido provisoriamente em dezembro passado pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (United States Patent and Trademark Office, ou USPTO).

Contudo, antes de uma marca ser oficialmente concedida, o USPTO analisa os argumentos de outras empresas que acreditam que aquela marca comercial possa causar confusão com um produto existente. E foi exatamente isso que a Apple fez. Apesar de não citar o AirPower em si no seu argumento, ela alegou que essa marca poderia interferir com nomes de alguns de seus produtos, como AirPlay, AirPort, AirPods e AirPrint.

Após meses tentando impedir a Advanced Access Technologies de conseguir os direitos comerciais do nome “AirPower”, a Apple, de supetão, retirou a objeção contra a concessão da marca à empresa e a disputa foi encerrada. Agora, a Maçã está de volta ao caso — mas não para lutar contra a outra companhia, e sim para comprar os direitos de comercialização da marca!

Depois dessa confusão toda, você deve estar se perguntando o que ficou resolvido. Vamos lá: atualmente, a Advanced Access Technologies ainda é a proprietária da marca, mas o advogado da Maçã responsável pelas negociações, Thomas Perle, também é citado no registro — o que é uma evidência bastante forte que a Apple pode ser a nova detentora da marca registrada.

Como dissemos, esse processo de aquisição ocorre em meio a novos rumores e ainda mais indícios que sugerem o iminente lançamento do AirPower. Hoje mesmo, uma nova imagem do acessório foi encontrada nas entranhas do código-fonte da página da Maçã, após todas as referências públicas ao dispositivo terem desaparecido.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários