Apple prepara iMovie e Final Cut Pro para fim do suporte a apps de 32 bits

A Apple liberou uma série de atualizações para a sua suíte de apps de edição de vídeo que prepara esses softwares para o fim do suporte a apps de 32 bits na próxima versão do macOS. Ademais, a Maçã também disponibilizou a nova versão do app Apple Store, que ganhou alguns novos recursos, como veremos a seguir.

iMovie e Final Cut Pro


Ícone do app iMovie

iMovie

de Apple

Compatível com Macs
Versão 10.1.13 (2.2 GB)
Requer o macOS 10.14.6 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Final Cut Pro

Final Cut Pro

de Apple

Compatível com Macs
Versão 10.4.7 (2.9 GB)
Requer o macOS 10.14.6 ou superior

R$ 1.099,90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Motion

Motion

de Apple

Compatível com Macs
Versão 5.4.5 (2.3 GB)
Requer o macOS 10.14.6 ou superior

R$ 189,90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR


Ícone do app Compressor

Compressor

de Apple

Compatível com Macs
Versão 4.4.5 (324.2 MB)
Requer o macOS 10.14.6 ou superior

R$ 189,90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR

A principal novidade da atualização do iMovie (10.1.11) e do Final Cut Pro (10.4.6) — além dos apps acompanhantes Motion (5.4.3) e Compressor (4.4.4) — está relacionada com o fim do suporte a apps de 32 bits no macOS. Em 2017, informamos que a Maçã começou a purgar esse tipo de softwares no iOS; no macOS, a versão 10.14 (Mojave) será a última a suportar apps com essa arquitetura.

Com o update, os softwares de criação e edição de vídeo da Apple podem detectar arquivos incompatíveis com versões futuras do macOS (pós-Mojave) e os convertê-los para um formato compatível, como descrito no changelog da atualização. Provavelmente, esses arquivos serão convertidos para o formato H.264, mais compatível entre os sistemas da Maçã.

Apesar de importante, a mudança não deverá afetar muitos apps e nem a maioria dos usuários, uma vez que grande parte dos desenvolvedores já disponibilizaram seus apps em 64 bits há algum tempo. No geral, apps de 32 bits não conseguem aproveitar ao máximo o processamento multi-core e da RAM1 dos dispositivos mais recentes (um empecilho na era dos vídeos em 4K e até 8K).

Além disso, a Apple resolveu alguns bugs na atualização do Final Cut Pro, entre eles um problema que causava o desaparecimento dos botões de compartilhamento, de extensões e do comando “Selecionar Clipe” no indicador de reprodução. Em todos os aplicativos, a Maçã também prometeu “maior confiabilidade ao compartilhar vídeos no YouTube” nas versões lançadas hoje.

Apple Store


Ícone do app Apple Store

Apple Store

de Apple

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessage
Versão 5.7 (80.6 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

A Maçã também atualizou hoje o app da sua loja online para a versão 5.3. Entre as novidades, a guia “Atividades” do aplicativo foi redesenhada para facilitar a visualização e a inscrição em eventos do Today at Apple. Além disso, agora ficou mais fácil verificar os valores de dispositivos sujeito ao programa de trade-in dentro do app.

Visualização Apple Store para iOS

Isso significa que o usuário pode visualizar, agora, as opções de troca ao comprar um novo iPhone, iPad, Mac ou Apple Watch junto à lista de dispositivos que ele já possui com base nos aparelhos conectados ao seu ID Apple.

A tela inicial do app também ganhou uma nova interface para exibir o andamento de pedidos realizados e abrir processos de devolução de produtos, destacando ainda mais esses recursos dentro do aplicativo para iOS da Apple Store.

via MacRumors, 9to5Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários