Apple deverá cobrar US$10 mensais por cada canal de terceiros no seu serviço de vídeos

Dos dois (ou três?) serviços que a Apple apresentará no seu evento especial de amanhã, certamente o de streaming de vídeos é o mais aguardado.

Temos acompanhado há tempos aqui no site os investimentos que a Apple tem feito em filmes/seriados próprios, mas a outra vertente desse novo serviço será uma profunda integração com canais de terceiros — já sabemos, por exemplo, que a Netflix estará fora dessa.

Hoje, em uma extensa reportagem pré-evento, o Wall Street Journal trouxe mais detalhes do que podemos esperar do “Apple Video” — em especial, quanto a Apple pretende cobrar por cada um desses canais de terceiros (como HBO, Showtime e Starz nos Estados Unidos): US$10 mensais.

Ou seja, pegando a HBO como exemplo, usuários estariam economizando aí um terço da mensalidade normal que a rede cobra pelo seu serviço avulso de streaming (US$15 mensais). Obviamente, a HBO deve ter topado isso pela provável facilidade que será para usuários assinarem esses serviços dentro do app Apple TV integrado ao iOS.

“Apple News”

Aliás, a Apple estaria mirando a mesma faixa de US$10 mensais pelo outro serviço que deverá ser anunciado amanhã: o de assinatura de periódicos (revistas, jornais, etc.).

Por esse valor mensal, usuários teriam acesso irrestrito a dezenas de veículos dos mais variados que já estão assinando parcerias com a Apple. Nesse caso, um grande jornal que se recusa a aceitar os termos da Maçã é o New York Times.

Se formos parar para pensar, a Apple também cobra os mesmos US$10 mensais pela assinatura padrão do Apple Music nos EUA. Ou seja, esse parece ser o “sweet spot” em termos de preço de mensalidade, e deverá ficar ainda mais interessante quando a empresa oferecer um pacotão que inclua vários desses serviços (ou todos eles) com um desconto.

Aqui no Brasil, vale lembrar, os US$10 mensais do Apple Music equivalem hoje a R$16,90. Então quem sabe possamos esperar algo nesse mesmo patamar em relação aos vindouros novos serviços da companhia.

Posts relacionados

Comentários