AirPods de primeira geração ganharam update de firmware; verifique se o seu já está atualizado

A Apple anunciou na semana passada a segunda geração dos AirPods, e uma das suas grandes novidades é um novo estojo de recarga sem fio.

Felizmente (ou não, considerando o preço que a Apple está cobrando), não é nem sequer preciso adquirir os novos AirPods para ter esse benefício; quem quiser, pode comprar apenas o novo estojo (por US$80, lá fora; ou R$680, aqui) e continuar usando seus AirPods de primeira geração com ele.

Já seria meio caminho andado, certo? E se eu lhes disser que a Apple também soltou, nos últimos dias, uma atualização de firmware que parece ter trazido melhorias para os AirPods de primeira geração similares às prometidas pelo novo chip H1?

Firmware dos AirPods

Como vocês podem ver na imagem acima, meus AirPods já estão rodando o novo firmware 6.3.2 — o anterior era o 3.7.2, disponibilizado em maio de 2017. Para chegar a essa tela, basta conectar seus AirPods com o iPhone e ir em Ajustes » Geral » Sobre, e depois encontrar uma linha identificando seus fones.

Em teoria, a atualização de firmware dos AirPods é totalmente automática e, a essa altura, é bem capaz que você já esteja rodando a versão 6.3.2 também. Se ainda não estiver, deixe os AirPods próximos ao iPhone e coloque-os para recarregar. Depois, aguarde alguns minutos e verifique novamente.

Infelizmente a Apple não só não anunciou a liberação desse firmware, como não publicou um changelog dele. Então, tudo o que podemos é especular e nos basear em comentários de quem analisou o comportamento dos AirPods após a atualização.

Os feedbacks são bem variados e positivos: autonomia de bateria aprimorada, conectividade/troca entre dispositivos mais rápida e até redução de interferência wireless. Por aqui, acho que realmente está mais ágil e confiável alternar de um device para o outro. Bacana!

Claro que o update de firmware não leva aos AirPods de primeira geração a mesmíssima experiência aprimorada do chip H1 dos novos (incluindo suporte ao comando “E aí, Siri”), mas dá para ver que a Apple fez o que pôde no lado do software.

via Cult of Mac

Posts relacionados

Comentários