Apple vs. Qualcomm: Tim Cook, Phil Schiller e outros executivos vão testemunhar

Parte do embate entre Apple e Qualcomm aconteceu recentemente, conforme cobrimos (com resultados distintos). Mas uma nova etapa se iniciará em abril nos tribunais de San Diego (Califórnia, Estados Unidos), onde as empresas se enfrentarão em mais uma das muitas batalhas existentes.

E a coisa escalou-se para níveis galáticos. Isso porque ninguém menos que Tim Cook e Steven Mollenkopf (CEOs1 das duas empresas) testemunharão.

Na verdade, como informou a Bloomberg, dezenas de executivos e engenheiros como Bob Mansfield (ex-chefe de hardware da Apple, que atualmente trabalha no Projeto Titan), Jeff Williams (COO2 da Apple), Phil Schiller (chefão de marketing da Apple), Bruce Sewell (ex-diretor jurídico da Apple), Cristiano Amon (presidente da Qualcomm) e Irwin Jacobs (cofundador da Qualcomm) deverão ser chamados para testemunhar — bem como executivos das fabricantes asiáticas, incluindo a Foxconn, e de outras fabricantes de smartphones, como a Samsung.

Falando especificamente de Cook, o executivo deverá testemunhar — entre outros tópicos — sobre a estratégia de negócios da Apple, o desempenho financeiro da empresa e seus acordos com outras companhias.

O julgamento está previsto para o dia 15 de abril e poderá decidir o confronto das empresas — que já vem se arrastando há dois anos. De forma bastante resumida, a Apple questionou as práticas de licenciamento da Qualcomm, acusando-a de ganhar em cima da venda dos modems e de licenciamento que passariam bem longe do que a indústria chama de “termos razoáveis e não-discriminatórios”; a Qualcomm, por outro lado, defende a sua posição e quer receber ainda o dinheiro devido (que a Apple parou de pagar por conta da disputa) desde que o caso foi iniciado.

Posts relacionados

Comentários