Com lançamento do Apple News+, serviço da Texture será encerrado em maio

Essa notícia já era esperada desde a segunda-feira, mas a Apple só resolveu dispará-la hoje: depois do lançamento do Apple News+, o serviço da Texture será encerrado em 28 de maio.

A quem não está totalmente a par da situação, a Texture era a empresa responsável pelo serviço de assinatura de periódicos de mesmo nome, que foi comprada pela Apple há pouco mais de um ano — um dos movimentos iniciais para a criação do Apple News+.

Assim como a nova plataforma da Maçã, o serviço traz uma série de jornais e revistas que podem ser acessados livremente por uma taxa mensal; o Apple News+, entretanto, vem com vantagens em relação ao Texture, como a presença de publicações mais renomadas e conteúdo totalmente adaptado para exibição nas telas de iPhones e iPads, com elementos interativos.

No site oficial da Texture, um aviso anuncia que o serviço será encerrado em 28 de maio de 2019 e indica que os clientes poderão continuar tendo acesso às suas publicações favoritas por meio do Apple News+. Não há informações sobre quando os usuários do serviço terão suas cobranças encerradas, mas a nota informa que quem assinou a Texture a preços promocionais não terá esse benefício refletido no Apple News+.

O anúncio também não menciona um ponto importante: quem está no ecossistema da Apple poderá continuar tendo acesso às publicações simplesmente migrando da Texture para o Apple News+, mas quem não está (usuários do Android, por exemplo) ficará num belo mato sem cachorro, já que a nova plataforma da Maçã é exclusiva para os seus dispositivos.

Será que há planos de, como no caso do Apple Music, levar o Apple News+ para outras plataformas? Aguardemos.

via iClarified

Posts relacionados

Comentários

4 comments

  1. Não sei pq aqui não tem o News kkkkk a Apple só precisava quebrar cabeça com uma empresa pra ter todas as revistas do Brasil (já q aqui 90% das populares são da Abril)

  2. Já que o serviço não vêm, então o jeito é assinar com o itunes americano. Aliás foi exatamente o que eu fiz, assinei com minha conta americana nessa semana. E nem terminei o 1º mês grátis e já quero continuar com o serviço para o resto da vida.

Deixe uma resposta